Taciana Lima Baldé, Judoca guineense nos Jogos Olímpicos do Rio

Taciana Lima eliminada dos Jogos Olímpicos do Rio

(GBissau.com, 6 de Agosto de 2016) – A Guiné-Bissau estreiou-se hoje nos Jogos Olímpicos de Rio, com uma derrota da judoca guineense Taciana Lima Baldé (010s2-010s1) contra a atleta de Cazaquistão, Otgontsetseg Galbadrakh, na categoria dos 48 quilogramas.

Guiné-Bissau na abertura dos Jogos Olímpicos do Rio

Guiné-Bissau estreia-se hoje nos Jogos Olímpicos do Rio

A Guiné-Bissau estreia-se dentro de momentos nos Jogos Olímpicos de Rio, com a judoca guineense Taciana Lima Baldé, na categoria dos 48 quilogramas.

Taciana irá confrontar a atleta de Cazaquistão, Otgontsetseg Galbadrakh, num grupo de 23 judocas de todos os quadrantes do mundo. A judoca brasileira Sarah Menezes é a única outra lusófona na mesma categoria.

Baciro Djá, nomeado Primeiro-ministro da Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: STJ declara Constitucional a última nomeação de Baciro Djá 

Bissau (GBissau, 15 de Julho de 2016) – O Supremo Tribunal da Guiné-Bissau declarou de constitucional a última nomeação de Baciro Djá para o cargo do primeiro-ministro da Guiné-Bissau.

O requerimento de fiscalização da constitucionalidade do Decreto Presidencial N.º 3/2016, de 26 de Maio, que nomeava Djá na chefia do governo tinha sido feito pelo jornalista guineense, Francisco Seco Muniro Conté.

João de Barros | Editor & Director, Diário de Bissau

Opinião: Crónica  de Bons Malandros de Bissau

“…ficámos a aprender algo com esta crise: a má, desleal e suja propaganda, excessiva e tóxica, satura no ouvido do povo, produzindo efeitos contrários junto das massas. Foi o que aconteceu com a quadrilha de bons malandros de Bissau! Esta quadrilha exibiu, nesta crise, uma enfadonha malcriadez; usaram e abusaram de insultos, a violência, ameaças contra tudo e contra todos; vandalizaram instituições da República e fecharam, de forma abusiva e obstinada, as portas da Assembleia Nacional Popular. Um ato de puro terrorismo político”.

Por João de Barros | Editor & Director do jornal “Diário de Bissau”

Deuinalom Fernando Cambanco | stduiner10@hotmail.com

Opinião: Por uma Guiné-Bissau melhor – por uma verdadeira Unidade Nacional!

O que se exige não é que enfeitem o país inteiro com pedras preciosas, nem ornamentá-lo com os artifícios padronizados e tampouco fazer milagres para crianças, homens e mulheres da nossa querida pátria. Mas sim, que respeitem os direitos humanos e, sobretudo, promovam um ambiente favorável para que haja a verdadeira paz, estabilidade e desenvolvimento.

Por Deuinalom Fernando Cambanco* | stduiner10@hotmail.com

Banco da África Ocidental e o Banco da União da Guiné-Bissau

Conselho de Ministros da Guiné-Bissau rescinde acordo de resgate aos dois bancos 

GBissau (Bissau, 17 de Junho de 2016) – Na sua segunda reunião, esta sexta-feira, o Conselho de Ministros da Guiné-Bissau decidiu rescindir o acordo de resgate aos dois bancos comerciais privados estimado em 34 bilhões de CFAs.

A decisão de executivo de Baciro Djá afigura-se como a primeira resposta às preocupações do Fundo Monetário Internacional (FMI) que recentemente anunciou a possibilidade do cancelamento de apoios à Guiné-Bissau, caso a situação não fosse revertida. 

Empossamento de mais quatro membros do governo da Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Mais quatro membros do governo empossados 

  • Botche Candé aceita integrar o Governo de Baciro Djá apesar da sua posição inicial 

GBissau (Bissau, 17 de Junho de 2016) – O executivo do novo primeiro-ministro da Guiné-Bissau ficou completo esta sexta-feira, 17 de Junho, com os empossamentos de mais quatro membros. 

Muniro Conté, ex-director da Radiodifusão Nacional da Guiné-Bissau (RDN)

STJ: Ex-Director da RDN volta com um pedido de inconstitucionalidade da nomeação de Baciro Djá – Exclusivo 

GBissau (Bissau, 15 de Junho de 2016) – Pela segunda vez depois da sua exoneração do cargo de Director da Radiodifusão Nacional da Guiné-Bissau (RDN), Muniro Conté entra com um novo processo judicial no Supremo Tribunal de Justiça.

E tal como na primeira vez, o ex-director da RDN alega a “inconstitucionalidade” da sua demissão, resultante da nomeação de Baciro Djá ao cargo do primeiro-ministro da Guiné-Bissau. Uma das primeiras medidas tomadas pelo actual executivo, no seu primeiro Conselho de Ministros, foi a exoneração dos directores dos dois principais órgãos públicos da comunicação, a RDN e a Televisão da Guiné-Bissau (TGB), nas pessoas de Muniro Conte e Paula Melo, respectivamente. 

Embaixador João Soares da Gama, Representante Permanente da Guiné-Bissau nas Nações Unidas

ONU: Embaixador guineense exorta a comunidade internacional para não abandonar a Guiné-Bissau 

GBissau (Nova Iorque, 14 de Junho de 2016) – O Representante Permanente da Guiné-Bissau nas Nações Unidas pediu ao Conselho de Segurança para não abandonar a Guiné-Bissau.

O Embaixador João Soares da Gama fez este apelo durante uma sessão de consultas sobre o país que teve lugar esta terça-feira no Conselho de Segurança da ONU, em Nova Iorque.

Modibo Touré,Representante Especial do Secretário-Geral e chefe do Escritório Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau (UNIOGBIS)

Consultas sobre a Guiné-Bissau hoje no Conselho de Segurança da ONU

GBissau (Nova Iorque, 14 de Junho de 2016) – Esta terça-feira, 14 de Junho pelas 15 horas de Bissau (11 horas em Nova Iorque), o Conselho  de Segurança das Nações Unidas receberá uma breve comunicação através de vídeo-teleconferência de Modibo Touré, Representante Especial do Secretário-Geral e chefe do Escritório Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau (UNIOGBIS).

Lassana Mané, Economista e Planificador  Financeiro | lasmane@gmail.com

Opinião: Resgate de bancos: uma necessidade imperiosa ou uma perda de coerência intelectual?

Em Julho de 2015, o antigo governo da Guiné-Bissau liderado por Domingos Simões Pereira, na pessoa do seu ministro das finanças, Geraldo Martins, contraiu secretamente um crédito na ordem de 34 mil milhões de francos CFA ($57,81 milhões de dólares) para a limpeza da carteira de créditos privados mal parados. Em outras palavras, o governo transferiu as dívidas privadas de um grupo de pessoas, para o povo guineense. Esta é uma operação desnecessária e incoerente, porque de um lado, o aumento da dívida pública pode ter impacto negativo no crescimento económico.

Por Lassana Mané* | lasmane@gmail.com

Adulai Djaló "Lai" (Canada) | wyado@hotmail.com

Guiné-Bissau: Ministério das Finanças no Retrovisor Esquerdo – Parte 1

O Ministério das finanças (MF) é a instituição da República responsável pela política fiscal e orçamentária. Ele é quem elabora o Orçamento Geral do Estado a fim de ser anualmente submetido à Assembleia Nacional Popular (ANP) para a discussão, aprovação ou reprovação. MF também vela pelo respeito e cumprimento das regras e procedimentos sobre a arrecadação e receitas provenientes de impostos sobre os lucros de empresas; impostos sobre os rendimentos de funcionários/trabalhadores públicos e, quando praticadas no país, o MF é o responsável pela cobrança de taxas de bens e serviços para o consumo final.

Por Adulai Djaló “Lai” (Canadá) | wyado@hotmail.com

Grosso modo, o Ministério das finanças é o garante de fundo de funcionamento das instituições do Estado.

Sede do Partido Africano da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) em Bissau

EXCLUSIVO: PAIGC Desiste do seu Pedido de Indeferimento do Acórdão nº 1/2015 

GBissau (Bissau, 8 de Junho de 2016) – No dia em que o Supremo Tribunal da Justiça (STJ) da Guiné-Bissau devia publicar mais um acórdão em resposta ao pedido Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde sobre o cumprimento do Acórdão nº 1/2015, o PAIGC fez entrar esta tarde mais um outro pedido, desta vez desistindo-se da sua acção anterior. 

Sede do PAIGC em Bissau

STJ Indefere Pedido do PAIGC Sobre Cumprimento do Acórdão do nº 1/2015 – Fontes

GBissau (Bissau, 8 de Junho de 2016) – Com um voto de 7 contra 4, O Supremo Tribunal da Justiça (STJ) da Guiné-Bissau já indeferiu em plenário o requerimento do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) que pedia para instar o Presidente da República a cumprir o Acórdão nº 1/2015 da Suprema Corte.

o Acórdão do nº 1/2015 tinha declarado inconstitucional a primeira nomeação de Baciro Djá para o cargo do primeiro-ministro da Guiné-Bissau.

Geraldo Martins, ex-ministro da Economia e das Finanças

Explicação Sobre o FMI em Dez Notas – Nota de Esclarecimento

Primeira nota: A notícia sobre a suspensão dos desembolsos do Fundo Monetário Internacional à Guiné-Bissau é falsa. No FMI, decisões desta natureza apenas são tomadas pelo Conselho de Administração. A última vez que este Conselho se debruçou sobre a Guiné-Bissau foi em 10 de Julho de 2015.

Umaro Djau, GBissau.com

Os “Djurtus” na Perspectiva de uma “Guiné-Bissau Possível” – Comentário

Pela primeira vez na história, a Guiné-Bissau fará parte das 15 equipas que estarão no Gabão para o Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2017, entre as 52 selecções da Confederação Africana de Futebol (CAF). O apuramento da selecção nacional de futebol da Guiné-Bissau para esta grande festa africana de futebol representa um grande momento para toda a nação guineense.

Carmen Pereira, 1937-2016

Presidência da República: Mensagem de Condolências pelo falecimento de Carmen Pereira

Comunicado (Bissau, 5 de Junho de 2016) –  Chocado e comovido fiquei quando soube na noticia  do falecimento da Camarada Cármen Pereira (Tia Cármen) no principio da tarde de ontem, 4 de Junho de 2016.

Entretanto, para efeito de conhecimento e publicação, segue em anexo da presente o comunicado da Presidência da República assinado pelo Ministro Director do Gabinete, Dr. Octávio Lopes.

 

Seleção Nacional da Guiné-Bissau: Djurtus

Futebol: Guiné-Bissau vai estar no CAN 2017

  • A turma nacional beneficious-se da derrota do Congo face à equipa Queniana

Rádio Jovem (Bissau, 5 de Junho de 2016) – A Guiné-Bissau garantiu este domingo um lugar na edição 2017 da Taça das Nações Africanas (CAN) em futebol, em resultado da derrota do Congo no Quénia, por 2-1, em encontro da quinta e penúltima jornada do Grupo E. Esta foi a primeira vitória dos quenianos neste torneio.

José Luís Lopes, na cobrança de uma grande penalidade contra Zambia

CAN 2017: Guiné-Bissau vence a Zâmbia por 3-2

Rádio Jovem (Bissau, 4 de Junho de 2016) – A Guiné-Bissau venceu este sábado a Zâmbia por 3-2, em jogo de qualificação para a Taça das Nações Africanas (CAN 2017) e continua a liderar o Grupo E com 10 pontos.

Na partida realizada em Bissau, a seleção guineense adiantou-se no marcador aos 14 minutos, com um golo de José Luís Lopes, na cobrança de uma grande penalidade.

Carmen Pereira, antiga Combatente do PAIGC

Faleceu Carmen Pereira aos 79 anos de idade, ex-combatente da luta pela libertação da Guiné-Bissau

GBissau (Bissau, 4 de Junho de 2016) – Faleceu hoje em Bissau, na sua residência privada, Carmen Pereira aos 79 anos de idade, revelou uma fonte familiar à GBissau. Carmen Pereira era uma das figuras femininas mais reconhecidas durante a luta pela libertação da Guiné-Bissau e nasceu em 1937.

Carmen Pereira juntou-se ao Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) em 1962. E foi a primeira mulher a ocupar a presidência de um país africano e única Presidente da História da Guiné-Bissau, quando entre 14 a 16 de Maio de 1984 uma nova Constituição da Repúblicafoi introduzida.

Carlos Correia, ex-Primeiro-ministro da Guiné-Bissau

Ministério Público da Guiné-Bissau ordena saída de governo demitido

Lusa (Bissau, 3 de Junho de 2016) – O Ministério Público ordenou hoje aos membros do governo demitido da Guiné-Bissau que abandonem as instalações do executivo durante o fim de semana, anunciou o gabinete do Procurador-Geral da República em comunicado.

Encontro entre o ex-PM Carlos Correia e representante residente do FMI, Óscar Melhado

FMI suspende apoios à Guiné-Bissau devido aos empréstimos  mal parados

  • Governos anteriores ignoraram o conselho do FMI ao desencadearem a compra de empréstimos mal parados – Acusa a instituição financeira

Reuters (Abidjan, 3 de Junho de 2016) – O Fundo Monetário Internacional vai reter os seus pagamentos futuros com a Guiné-Bissau, a menos que o governo recue na sua decisão de compra de empréstimos mal parados, anunciou o representante do FMI, Oscar Melhado.

Os doadores também suspenderam o apoio orçamental igual a 2,1 por cento do PIB para este ano, segundo Oscar Melhado, numa declaração  à agência de notícias, Reuters. As contribuições totais dos doadores, incluindo o apoio directo ao orçamento e ao financiamento dos sectores e projectos específicos, normalmente compõem cerca de 80 por cento do orçamento guineense.

Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz

PR José Mário Vaz exorta novo governo para resolver problemas imediatos do país

Lusa (Bissau, 2 de Junho de 2016) – O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, revelou hoje ao primeiro-ministro, Baciro Dja, um conjunto de ações que o Governo deve atacar para “satisfazer as necessidades da população”.

No discurso de posse aos membros do Governo, José Mário Vaz disse que o tempo que resta para o fim da legislatura é curto, mas que dois anos é tempo “mais que suficiente” para resolver os problemas imediatos da população.

Bandeira da Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Nomeado Novo Governo de Baciro Djá

  • Executivo de Baciro Djá terá 32 membros, entre 20 ministérios e 12 secretarias de Estado

Bissau (GBissau, 2 de Junho de 2016) – O novo governo de Baciro Djá vai ter 32 membros, entre 20 ministérios e 12 secretarias de Estado. O Partido da Renovação Social (PRS) vai ocupar 13 pastas governamentais. Entre os novos governantes, três terão o estatuto de “ministros de Estado,” de acordo com o decreto presidencial tornado público esta quinta-feira em Bissau.