AFP: CEDEAO Aplica Sanções Contra General António Indjai

O Chefe de Estado-Maior General das Forcas Armadas (CEMGFA), General António Indjai

O Chefe de Estado-Maior General das Forcas Armadas (CEMGFA), General António Indjai

Banjul (Gâmbia), – A Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) decidiu impor sanções contra o Comando Militar que tomou o poder em Bissau no dia 12 de Abril por “não desejar negociar”, anunciou a organização esta segunda-feira num comunicado.

“Após mais de doze horas de negociações” em Banjul entre os países membros do “grupo de contacto” da CEDEAO e “uma única pessoa, o general António Indjai, Chefe do Estado Maior do Exército da Guiné-Bissau e líder da Junta,” ficou claro “que ele “não quer negociar e claramente prefere enfrentar as consequências” de sanções, disse o comunicado.

A Gbissau.com ainda não foi capaz de independentemente confirmar ou desmentir esta notícia.

Fonte: AFP, 30 de Abril de 2012

One Response to AFP: CEDEAO Aplica Sanções Contra General António Indjai

  1. Sanas Boy diz:

    O golpe militar foi um Grande Retrocesso para o País, e para os Guineenses na Diáspora! A situação no nosso País e’ vergonhoso e lamentável. Acho que os militares esqueceram de que estamos no século XXI, hoje em dia o diálogo fala mais alto. As instituições Democráticas têm um papel fundamental no Estado de Direito. E Guiné-Bissau está acima de qualquer interesse pessoal e muito menos por um Grupinhos… Nha Guiné, Sofri…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.