Situação Tensa na Guiné-Bissau Depois do Falhanço das Negociações de Banjul

As negociações que tiverem lugar durante o passado fim-de-semana na cidade de Banjul em Gâmbia resultaram num fracasso, admitem alguns elementos que compuseram as delegações da Guiné-Bissau.

Pelo Editor, GBissau.com

Fernando "Nando" Vaz, porta-voz do fórum dos partidos políticos guineenses

Fernando "Nando" Vaz, porta-voz do fórum dos partidos políticos guineenses

Nas palavras do porta-voz do fórum dos partidos políticos guineenses, Fernando “Nando” Vaz, as razões dos falhanços devem-se não só à falta do consenso quanto à recondução de Raimundo Pereira ao cargo do presidente Interino, mas sobretudo à atitude de “imposição, confrontação e de insultos” por parte do Presidente gambiano, Yahya Abdul-Azziz Jemus Junkung Jammeh.

Numa entrevista telefónica a partir de Bissau, Fernando Vaz diz que o presidente gambiano “tratou-nos de crianças, utilizando técnicas infantis” durante os encontros separados com o Comando Militar, a delegação do PAIGC (ala de Carlos Gomes Jr.) e com o Fórum dos partidos políticos.
Em cada encontro separado mantido, “Yahya Jammeh começa por dizer que as outras partes já concordaram com todas as propostas”, numa clara deturpação da realidade, indica o porta-voz. Pior ainda: Yahya Jammeh terá afirmado durante um desses encontros de que “se os políticos guineenses e os militares não se entendessem, a Guiné-Bissau seria confrontada com uma guerra com consequências imprevisíveis.” Os representantes, na sua maioria, admitem ter sido apanhados de surpresa pelas declarações bombásticas de Sr. Jammeh.

Presidente gambiano, Yahya Abdul-Azziz Jemus Junkung Jammeh.

Presidente gambiano, Yahya Abdul-Azziz Jemus Junkung Jammeh.

Mesmo assim, muitas conversações tiveram lugar nas quais foram apresentadas sete propostas pelo Grupo de Contacto da CEDEAO:

  1. Restituição da Ordem Constitucional
  2. Recondução do Presidente Interino Raimundo Pereira
  3. Escolha de um primeiro-ministro de consenso
  4. Formação de um governo (Comando Militar indigitaria elementos para ocupar as pastas da Defesa e do Ministro do Interior)
  5. Tanto o Presidente Interino com o primeiro-ministro não poderiam ser candidatos nas próximas eleições
  6. Constituição da ANP que manteria as suas características anteriores ao Golpe de Estado, mas com a condição do seu mandato acabar em Novembro deste ano para depois ser prorrogado até às próximas eleições
  7. Estacionamento das forças da CEDEAO

Dentre estas propostas, houve acordos em todos os pontos com a excepção do ponto número dois da agenda, ou seja, a recondução do Presidente Interino Raimundo Pereira.

A razão do impasse tem a ver com os diferendos entre as alas de Carlos Gomes Jr. e de Serifo Nhamadjo, apontou o porta-voz do fórum dos partidos políticos guineenses. Aparentemente, “para que Carlos Gomes Jr. avance a sua candidatura à presidência da República dentro de um ano, a ala dele não defende uma outra posição senão a recondução de Raimundo Pereira ao cargo do Presidente Interino,” esclareceu Fernando Vaz.

Entretanto, nos bastidores políticos da Guiné-Bissau, aumentam as especulações sobre o braço-de-ferro no seio do partido PAIGC. No ponto de vista de um membro do PAIGC que nos falou em condição de anonimato, “há um esquema que se montou para afastar Serifo Nhamadjo da Presidência, um esquema que agora conta com os esforços de Cabo Verde e de Angola”.

Aparentemente, muitos representantes políticos não gostaram da posição cabo-verdiana na reunião de Banjul. Isto numa altura em que se fala do estacionamento de aviões e de um navio de Guerra angolano no território de Cabo Verde, cujos objectivos era de transportar as tropas angolanas de volta para o seu país. Mas, “Angola está a tentar ganhar tempo, sem se aperceber das suas intenções reais,” frisou a mesma fonte. Dita doutra forma, a MISSANG continua estacionada na Guiné-Bissau.

E para tornar o ambiente mais tenso, existem neste momento grandes movimentações militares a sul da Guiné-Bissau. Os militares guineenses estão num estado de alerta porque dizem “houver fortes indícios de uma tentativa de infiltração a partir do território da Guiné-Conacri.”

CEDEAO

CEDEAO

Paralelamente, a CEDEAO vai tentando fechar o círculo ao Comando Militar, tendo anunciado sanções contra as chefias militares guineenses. Mas, no ponto de vista de Fernando Vaz, O Grupo de Contacto Regional que esteve reunido em Banjul “não tinha competências para tal e, havendo sanções, elas terão que ser aprovadas pela presidência da CEDEAO”.

Recorde-se de que o Grupo de Contacto Regional e de Acompanhamento é presidido pela Nigéria e com as participações de Benim, Cabo Verde, Gâmbia, Guiné-Conacri, Senegal e de Togo. Este grupo é encarregue de coordenar e acompanhar a implementação das decisões saídas da Cimeira de Abidjan.

DOM JOSÉ CÂMNATÉ NA BISSIGN, Bispo da Diocese de Bissau

DOM JOSÉ CÂMNATÉ NA BISSIGN, Bispo da Diocese de Bissau

Entretanto, hoje, terça-feira, decorrem vários encontros em Bissau entre as partes envolvidas sob à mediação de Bispo de Bissau, Dom José Camnaté Na Bissign, assim como de representantes da religião muçulmana. Apesar de um aparente “Pânico político-militar”, um certo optimismo paira no ar, na medida em que os “políticos guineenses reconhecem a dimensão real das consequências de uma eventual invasão de uma força estrangeira,” adverte Fernando Vaz.

Há uma expectativa de se encontrar um denominador comum antes da reunião de Senegal, marcada para a próxima quinta-feira, dia 3 de Maio. “O presidente gambiano insiste que a mesma decorra no seu país, mas os guineenses parecem terem perdido a paciência com Yahya Jammeh”, conclui o porta-voz do Fórum dos partidos políticos. Há fortes indicações de um possível boicote por parte de muitos representantes políticos e militares caso a próxima reunião tenha lugar em Gâmbia.

A desconfiança em relação a Yahya Jammeh é alimentada no facto do Presidente gambiano ter visitado recentemente a República de Angola, onde terá assinado vários acordos de cooperação.

Agora, “cada país da nossa sub-região quer tirar o proveito da situação guineense e dai que seja necessário uma chamada de atenção aos políticos guineenses para que resolvam as suas diferenças antes que seja tarde demais”, aconselhou um observador politico atento à crise politica guineense.

GBissau.com

 

20 Responses to Situação Tensa na Guiné-Bissau Depois do Falhanço das Negociações de Banjul

  1. djogos diz:

    es un insulto ouvir o presidente da gambia un ditador sim escrupulos nao pode dar liçoes a ninguem Yala é de insultar directamente na cara, é só para que os guineense vejan que vamos a perder a nossa nacionalidade e respeito no mundo por culpa da inresposablidades dos militares.

  2. da parte de frança a sr FATIMA nao sabe nada disso

  3. apelo todas as entidades Guineenses de empenhar para que haja entendimentos entre nos na base de respeito para sairmos dessa situaçao mais rapido possivel éa unica soluçao porque o pais nao pode ficar parado
    um dia perdido é um dia perdido sobritudo um pais pobre como nos

  4. sancum diz:

    a classe politica guineense é fraca e oportuno muitos sem competencia para esercer a politica nem na base quanta mais num pais. o que esta a passar hoje com cadogo e raimundo pereira pode num curto praso acontecer a qualquer outro num futuro procimo.por isso é apelado sentido de responsabilidade, mas eles so pensa tipo tambem querro. A CEDAO, tomou iniciativa desta situação como organização sub-resional, tem que o faser isemplarmente com sentido de responsabilidade, tudo dentro da legalidade,os partidos politicos sem asento parlamentar, os candidatos saidos derotados nas eleições presidenciais interrompidas nao tem legitimidades legais para estes andanças,estao lá em nome de quem? dum povo maribundo silenciado no medo das armas que os decapitem esperança a cada minuto,que nao os reconhese nem pela opiniao publica nem nas urnas. nao pode ser ignorado a vontade do povo, isso sim prevaleça sobre qualquer um destes oportunos o mundo pornuciou contra a inlegalidade, estes bandos armados ou alinhem com comunidade internacional ou vao sojinhos por lado deles isso tem de ser intrangigentemente defendida contra estes usurpores do poder por encomenda de quem nunca dá a cara cobarde politico que tenta a enganar mundo que é religioso chatice pa… ….

  5. Anónimo diz:

    Quando adultos comportam como crianças, eles são tratados como tal. E para quando uma reflexão sobre a escolha do povo da Guiné-Bissau?
    Enquanto não pormos vergonha na cara, ninguém nos respeitará.

  6. Crotra comando militar diz:

    Que pena a nossa Guine!!!! Os partidos politicos sentiram se maltratados, nao se dao ao respeito por essa razao teem que ser tratados como miudos. Nao se pode sentar com golpistas e nogociar por no moment que fazes isso estas a dar legitimidade aos seus atos. O Fernando Vaz ainda me lembro nas primeiras horas da atentado de assassinato do Carlos Gomes Jr ( porque se vais para prender alguen nao é necessario lancares granadas e tiros), ele estava a representar os golpistas, uma clara infantilidade. Uma pessoa adulta e sabida com uma visão patriotica nao pode e nem deve submeter o apoiar um golpe, no qual a população civil sera os perdedores. Hoje em dia o pais esta parado, e o povo sequestrado pelos militares, militares roubando a casa dos politicos como ums ladrões comuns, um pais anarctico . A minha opinião pessoal tomemos as armas e recomessamos a nova luta pela independencia, com ideas novas e jovens capazes, formar umas forcas armadas inclusive obediente ao poder civil com todas as etnias representadas… Temos um pais

    • ngdalmeida@gmail.com diz:

      Mas que são mesmo, eu não estou mesmo a entender o porque deste forum dos partidos sem acento no parlamente? é que o Sr Nando Vaz quer aproveitar disso para poder entrar no governo. Sinto-me muito mas não estou a ver outra artenativa para esse conflito ai não ser o retorno ao poder civil que foram escolhedo pelo povo nas urnas, se não vai haver mais um golpe militar ai, temos que ser durro com esses militaris que accham de que a guiné é deles e fazem e desfazem quando e como querem

  7. Nada diz:

    Não estou mesmo a compriender o porque desse forum do Sr Nando que quer aproveitar disse para poder estar no novo governo, mas espero que isso não vai acontecer porque esses militares devem é mesmo voltar para casernas e entragar o poder ao civil e aos que foram escolhedo pelo povo nas urnas

  8. Gumbenakai diz:

    Hey hell to our troops! We need PEACE and STABILITY! No one is saying that Cadogo is a Saint but ….as far as instability our troops are responsible for all Brutality since day one! Enough already!! Now they gotta face the consequence ! GUINE_BISSAU gotta be respected as a Nation of Law!

  9. Anónimo diz:

    “No ponto de vista de um membro do PAIGC que nos falou em condição de anonimato, “há um esquema que se montou para afastar Serifo Nhamadjo da Presidência, um esquema que agora conta com os esforços de Cabo Verde e de Angola”.”, Acontece que Serifo não é e nunca foi Presidente da República e, a não ser que esteja fazendo o jogo de bom moço, como nos quer fazer crer que é, ele disse que não aceitaria ser presindente inconstitucionalmente! É preciso terminarmos com os precedentes de Golpe de Estado em Bissau, se não o crime sempre compensará. E vcs diabos do PAIGC deixem de ser égoistas pelo menos uma vez na vida pelo bem do povo da Guiné-Bissau. Quanta infantilidade política, não vêm que tudo joga ao vosso favor? A Coligação Democrática ao tomar o papel de destaque nos primeiros momentos do golpe se entregou, mesmo não estando todos implicados no golpe, para o povo da Guiné será difícil convencer do contrário. É preciso uma total desobidiencia civíl aos militares, eles já estão em retirada estratégica, precisamos simplesmente tomar cuidado com o golpe da misericordia. Como diz o ditado latino ” se queres a paz, prepare a guerra”, e a nossa guerra pode ser pacífica, sempre precisar usar os mesmos métodos dos militares. As pessoas se sacrificam todos dias nesse país, não há mais sacrificios hoje do que ontem, e será pior amanhã caso o golpe de Estado, os assassinatos deliberados não sejam vistos de vez como um mau negócio. É preciso, sobretudo, crecermos e aparecermos, para sermos tomados como ADULTOS.

  10. mb diz:

    Estamos a perder dignidade em tudo mundo por culpa dos militares e politicos pateticos que nos temos na guine… sinto pena do meu pais por causa de algumas promessas vendem a dignidade e nao respeitam o interesse do povo quase todos sao falsos comessando nos politicos,militares,os paises vizinhos ate mesmo os jornalistas que publicam artigos que interessa a sua posicao muito triste.

  11. Gumbenakai diz:

    My friend NANDO you’ve been spotlighting yourself all over the MEDIA! Let me ask you this: Do you understand what is at stakes here? Please Excuse yourself and let CEDEAO do their job! Who elected you to be in the middle of all this? Yes CEDEAO has the right to impose Sanction whether you like it or not!! You’re not making it easy you know!! Buzz off and let the right Authority deal with it Peacefully! Thanks !!

  12. Mamadu saliu djalo diz:

    Para comecar tudo isto e triste e perda de respeito para proprio forcas armadas da guine,pergunto onde estao os valores dos nossos politicos e os chefes das forcas armadas,que nao se podem entender se na situacao do pais, so peco que percam um minuto das nas suas vida a pensar em tudo que passou em gambia……..pergunto nao querem respeitar a lei do pais onde tudo mundo tem deve ter respeito, o porta voz dos militares tem que saber ver as coisas com os olhos de ver e entender para poder transmitir com toda clareza da situacao nao so ir e vir sem nada claro os chefe, mundo hoje esta saturado com muitos problemas a resolver muito menos a pensar perder tempo com uma situacao dessas, somos todos guineenses temos direito de ter diferencas mas dentro de tudo temos que ter respeito ao pais e aqueles que la estao que dependam muito seu dia a dia, com pais praticamente parado o que dessas pessoas, por outro lado temos que ter enconta a nossa situacao a nivel internacional onde dependemos de tudo mais alguma coisa, sem comunidade internacional o que podemos fazer, nada mesmo nada,as nossas forcas armada nao tem forcas para suportar a situacao do pais sobre tudo com tanta ameacas de condenacoes em tudos os niveis possiveis que pensam bem ,…ter orgulho e quando estamos a lutar e ter proveito da nossa terra, mais ser teimoso so para ser ja nao e orgulho deixa de ser dali ja nao sei, nao vale pena perder mas tempo com situacao do pais esse paisprecisa mais rapido possivel recontrar seu caminho como qualquer outro estado de direito

  13. Antonio Tavares ( ODJA ) diz:

    Num estado de direito democrático o poder e legitimado pelo povo. Por esta e outras razoes, gostaria de perguntar quem da poderes a esse senhor Nando, para falar em nome do povo.

  14. Gumbenakai diz:

    Exactly!! Yes we do have elected officials to deal with this crisis so back off NANDO!
    Yes, Yahya treated you guys like a garbage…and do you know why? We dont have respect anymore because of our politicians, our troops and corruption !!

  15. Gumbenakai diz:

    Sarah Palin was a governor of Alaska when John asked her to be his Vice President during 2008 presidential election ..Did she violate the rules? Hell no!! As long you obey the rules , and you’re within Constitution go for it! I dont see anyone here [bleep out] about Kumba Yala behavior! This dude spends all year in Marroco and suddenly shows up as a candidate!!Helloo whats up with that?!!!!

  16. JANUÁRIO GOMES diz:

    Meus irmãos guineenses, vocês ainda não deram conta que este dito forum dos partidos é que convidou os militares a fazerem golpe? É claro que são eles os promotores do golpe com o intuito de subirem ao poder. Nós não queremos estes fracassados. Imaginem um politico que congratula com o golpe em pleno século 21 em plena democracia| Não acham que é um fracassado sem rumo. Este falado porta voz disse que: # o golpe de estado é um mal necessário#. Este grupinho pensa que está a falar por infantis! Eles pensam como crianças e querem nos tratar de crianças. O dito forum dos partidos não passa de um grupo de desempregados desnorteados sem rumo. Os AMONTÕES MON MOLE como nós dizemos em nosso crioulo. Olha, que Deus nos ajude. Tenho fé, vamos conseguir sair desta.

  17. Gumbenakai diz:

    E Deus vai-nos ajudar AMEN! .. Com ou sem CEDEAO a Democracia vai prevalecer! And to you CEDEAO we” THE INTERNATIONAL COMMUNITY” do have you guys under RADAR …No margin for error and no PARTIALITY ..!! Gracias!

  18. falam tantos mas nao dizem nada ou nao querem dizer nada. Deixem de ser ignorantes ao tentarem ocultar as verdades. Para voces, os procedimentos de CADOGO sao corectos? Quando falou publicamento na reuniao do PAIGC que ia acabar com os balantas no partido estava proceder costituicionalmente? Quando abandonou ocargo do 1° ministro e nomeiou a outa para o cargo, mandou vir tropas angolanos com canhoes, murteiros 80, tangue bilindadose e muitomais sim consultar parlamento, tudo isso é muito constituicional. tenha vergonha nas vossas caras. com as mentiras o pais nao vai frente.

Responder a Anónimo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.