António Indjai pede ajuda à União Europeia

António Indjai, chefe do Estado Maior das Forças Armadas da Guiné-Bissau

Bissau (PNN, 03 de Janeiro de 2013) –  O líder do golpe de Estado de 12 de Abril de 2012, na Guiné-Bissau, pediu, ontem, quinta-feira, o levantamento das sanções impostas ao país pela União Europeia.

Contactado pelos jornalistas à margem da cerimónia de cumprimento do novo ano ao Presidente de transição, o Chefe do Estado-maior General das Forças Armadas, António Indjai, disse que a Guiné-Bissau precisa da paz para que o país se possa desenvolver.

«Pedimos à União Europeia que esqueça o passado, apoiando o desenvolvimento da Guiné-Bissau», disse o Chefe do Estado-maior das Forças Armadas, numa curta declaração à imprensa.

Nos últimos tempos, António Indjai tem aparecido menos em declarações públicas sobre a situação político-militar despoletada pelo auto-denominado “Comando Militar” a 12 de Abril de 2012.

8 Responses to António Indjai pede ajuda à União Europeia

  1. Caró Baldé diz:

    Guinééé!!!

  2. é difícil uma pessoa que semi-analfabeto!

  3. N'tori Palan diz:

    O quem este sr tem muito a menos, e’ a falta da vergonha! Ele e todos outro golpistas e apoiantes. Muita falta da vergonha.

  4. Tcherno diz:

    Se o Senhor Indjai tem mente curta,nos nao podemos ter este “luxo” pois, o Pais anda estagnado nao por causa das sancoes impostas pela UE mas sim, por causa das accoes dos gangters/tropas da Guine-Bissau.

  5. Los diz:

    Sr. Amnesia…

  6. Ndji Assanam diz:

    É muito fácil dar um golpe, cometer violência contra o povo, destrui patrinônios alheios, perseguir, espancar e matar, para depois pedir que se esqueça do passado e de tudo o que aconteceu. “Pimenta nos olhos dos outros é refresco”

  7. macafe diz:

    Mais um desparate: sera este que dito General esta bem mentalmente? Tem ou nao tem conselheiros? suponho que tem conselheiro, mas nao ouve os mesmos; Custuma-se a dizer que, quando nao tem conhecimentos suficientes, caracter, personalidade, ou seja quando nao reune os requisitos, para desenpenhar alguma funcao, vale a pena dizer nao, em vez de estar oucupar espacos dos que reunem os mesmos requisitos: estas coisas so acontecem na Guine-Bissau;
    o General esqueceu-se de que foi o mesmo da sua viva voz que saiu as palavras seguintes:
    Eu ja tenho sesenta anos de idade, nao me interessa conhecer a Europa, porque nao tenho nada para ir buscar la, fim da citacao: Este General deve gostar muito de quejo e comeos muito: Ou sera ingnorancia, ou ainda e forca de ser analfabeto, e estar agarrado ha um posto que nao lhe pretence, pelo que o usurpou a forca? Chegou a altura de dar conselhos a este General, para que comece a pensar antes de falar,e se nao souber falar, e melhor calar, porque desde que usurpou este poder, ja pediu varias desculpas aos guineenses, que agora nao estamos despostos a aceitar os desparates dele;
    ja e altura de reconheceres que a cadeira onde estas sentado nao lhe pertence;

  8. johannes mooij diz:

    OU tempo acabou os Guinenses nao esquecerem mais que eles sofreram e ainda daqueles que fizeram isto continua no seu poder sem julgamento.
    2013 vai ser diferente aquarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.