Mensagem do PRT Manuel Serifo Nhamajo à Nação – 11 de Maio de 2013

Caros concidadãos,

Não constitui dúvida para nenhum de nós que o nosso querido País, a Guiné-Bissau que tanto amamos, está a passar por um período de turbulência política que nos preocupa a todos e, cuja solução requer a contribuição de todos os filhos desta terra.

Eu estou engajado incondicionalmente nesse esforço de cidadania e, por isso, na qualidade do Presidente da Republica de Transição, quero aproveitar esta ocasião, para reafirmar-vos isso mesmo.

A minha agenda política nos últimos dias é claramente demonstrativa do quanto estou determinado em busca de consensos, sobre as questões que se nos apresentam prioritárias e que são; o calendário eleitoral, o alargamento do actual Governo de Transição por forma a torná-lo mais inclusivo e a eleição do Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Nesta perspectiva, concluí na passada quinta-feira o processo de auscultação a todos os actores nacionais e, recebi de cada um, subsídios importantes que constituem para mim, indicadores válidos que reforçam a tomada destas importantes decisões:

  1. Marcação de Eleições gerais para Novembro deste ano;
  2. Indigitação do Presidente da Comissão Nacional de Eleições pelo Conselho Superior da Magistratura Judicial, e sua posterior ratificação pela Assembleia Nacional Popular; e
  3. Alargamento do Governo de Transição, dando-lhe um carácter mais inclusivo de conformidade com as exigências actuais.

 

Guineenses e Caros Concidadãos,

Recordo-vos que por razoes de saúde, vi-me obrigado a ausentar do Pais durante todo o mês de Abril e que por recomendações médicas terei que efectuar, na próxima semana, uma nova deslocação de 4 dias a Alemanha para controlo.

Durante essa ausência e por instruções minhas, fica o Eng. Rui Duarte Barros, Primeiro-ministro, incumbido de preparar a nova Orgânica do Governo e proceder a recolha de propostas junto dos Partidos Políticos, da Sociedade Civil e de outros Actores Nacionais, para a integração do mesmo.

Logo após o meu regresso, conto proceder nos dias seguintes, a nomeação dos novos membros do Governo.

 

Caros Concidadãos

A acrescer ao acima exposto, ainda nos deparamos com dois outros grandes obstáculos:

Trata-se da temática da Educação com os seus sistemáticos conflitos laborais e a nossa agricultura cujo epicentro se traduz no processo da campanha da castanha de cajú.

Do sector educativo, registo com preocupação a difícil situação em que se encontra e estou convicto que com os esforços do Governo, a breve trecho a questão da greve dos professores em curso terá o seu término;

Aos Sindicatos Nacionais, pais e encarregados de educação e aos alunos, faço aqui um vibrante apelo no sentido de haver uma maior moderação e sentido patriótico de todos, pois a problemática do ensino exige esforço e união de todas as entidades envolvidas neste processo.

Relativamente a campanha da castanha de cajú do presente ano, o preço praticado no terreno está aquém das nossas expectativas o que aliada à conjuntura internacional desfavorável às nossas exportações, veio a agravar a situação já de si difícil dos nossos concidadãos particularmente dos camponeses.

Muito embora estas adversidades, queremos realçar que a situação tende a melhorar-se e, estou esperançado que assim continue porquanto as informações que me foram facultadas pelo Governo, demonstram um quadro de melhoria progressiva.

Não gostaria de terminar esta comunicação sem antes agradecer a contribuição patriótica de todos os guineenses nesse esforço de procura de soluções que vão de encontro com as sugestões dos nossos parceiros e da Comunidade Internacional.

Quando queremos alcançamos. O consenso ora alcançado em torno destas questões testemunha de forma inequívoca que o guineense é capaz de sentar a mesma mesa, dialogar e de se entender.

 

Muito Obrigado!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2 Responses to Mensagem do PRT Manuel Serifo Nhamajo à Nação – 11 de Maio de 2013

  1. fidju di tchon diz:

    boa viagem e um bom regresso
    com a boa contribuicao de todos nos tenho certeza de que havera um solucao viavel para o nosso pais.
    ha um FILOSOFO que diz de que UM HEROI NAO AQUELE QUE FEZ ALGO SO PARA FAZER mas sim E QUELE QUE FEZ ALGO NECESSARIO A FAZER. neste caso o presidente da republica podemos dezer que ele e um HEROI.razao muito simples, na busca de solucao para chegarmos onde e que desejamos

    • djurtu na bin diz:

      Sr. Fidjubn di Tchon, seria melhor usar o seu tempo para aprender Portugues do que estar a falar e escrever disparates. Agora é que ele quer um consenso? e porque pensou em golpe antes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.