ONU garante apoio material e técnico às eleições na Guiné-Bissau

Organização das Nações Unidas (ONU)

Bissau (Diário Digital / Lusa, 16 de Julho de 2013) – A ONU garante o apoio material e técnico às eleições da Guiné-Bissau, que é quase «uma responsabilidade moral», mas espera das autoridades de Bissau uma decisão rápida sobre o sistema de recenseamento.

A garantia foi deixada hoje em Bissau por Akinyemi Adegbola, chefe de uma missão técnica das Nações Unidas que esteve no país durante quase duas semanas para fazer um diagnóstico das necessidades e capacidades da Guiné-Bissau para as eleições gerais (presidenciais e legislativas) marcadas para 24 de novembro.

Em conferência de imprensa de balanço da missão, Akinyemi Adegbola referiu que a ONU acompanha as «crises recorrentes» da Guiné-Bissau há mais de uma década e tem a obrigação de apoiar o processo eleitoral, que faz parte do atual processo de transição (na sequência de um golpe de Estado em abril de 2012).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.