Comunicado: Resultado das negociações do Candidato Domingos Simões Pereira com o Veteranos do Partido PAIGC

Partido Africano para a Independência da Guiné e CaboVerde

Colectivo de Apoio à Candidatura do Eng.º Domingos Simões Pereira à liderança do PAIGC

(CACDSP PAIGC)

Nota de imprensa

O colectivo de apoio à candidatura do Eng.º Domingos Simões Pereira (DSP) à liderança do PAIGC, na sequência da reunião que teve lugar no passado dia 16 de Julho, terça-feira, com a “Comissão de Reflexão sobre as candidaturas á Presidência do PAIGC”, vem por este meio informar que não foi conseguido acordo entre este Colectivo e a Comissão dos veteranos.

Assim, vem por este meio esclarecer a todas as suas estruturas de apoio, aos militantes e simpatizantes do partido, ao público em geral e aos parceiros internacionais da Guiné-Bissau, que:

1. A 22 de Abril passado, o candidato DSP manteve um encontro de trabalho com a Comissão integrada por um grupo de destacados dirigentes do partido, que expressou a sua preocupação pelo risco de grandes rupturas internas no partido.Na ocasião, DSP afirmou-se disponível para contribuir na procura e promoção da tão desejada unidade e coesão internas do partido, alertando contudo para o respeito absoluto dos princípios democráticos, a salvaguarda das reformas necessárias para a modernização do aparelho partidário e, a conformidade com o sistema político definido pela Constituição da República;

2. Subsequentemente, este colectivo formulou propostas concretas e designou três elementos da sua direcção para acompanharem o candidato nos esforços conjuntos de aproximação de todas as partes e o estabelecimento de uma plataforma de entendimento, favorável à proclamada unidade e coesão;

3. A 21 de Junho, tendo de se ausentar do país por motivos profissionais e académicos,o candidato DSP formulou uma nota de atenção e respeito à Comissão, comunicando a sua ausência e a disponibilidade da equipa para continuar o diálogo, mas mantendo as duas opções apresentadas e que considera essenciais para um entendimento;

4. Informado pelos órgãos da comunicação social da assinatura de um texto de constituição da Plataforma, por parte de alguns ex-candidatos e, sobretudo, ao ter conhecimento de afirmações em como a assinatura do candidato DSP estava simplesmente pendente do seu regresso ao país, este colectivo dirigiu uma nota à Comissão, alertando para o facto de continuar a aguardar por uma resposta à sua nota anterior e solicitando a marcação de uma reunião para o definitivo esclarecimento da situação;

Desta forma, o Colectivo de apoio à candidatura DSP reitera às suas estruturas de apoio, aos militantes e simpatizantes do partido, ao público em geral e aos parceiros internacionais da Guiné-Bissau que:

a. o Engº Domingos Simões Pereira prossegue com a candidatura à liderança do PAIGC; ;

b. nos próximos dias, este colectivo voltará ao contacto com as suas estruturas de apoio, no final do qual haverá um pronunciamento público do próprio candidato;

c. conforme princípios anunciados, este colectivo manterá sempre a sua disponibilidade e abertura para o diálogo com todas as sensibilidades e corentes internas, desde que favoráveis aos objectivos e interesses do nosso grande partido, o PAIGC. Assegura todavia a todos da sua determinação em levar à victória a candidatura DSP e colocar respectivamente, à disposição e ao serviço do PAIGC e da Guiné-Bissau, o projecto “Maior coesão interna do partido, melhor futuro da Guiné-Bissau”.

 

Viva o PAIGC,

Viva a Unidade e coesão internas no PAIGC

Feito em Bissau, aos 18 dias de Julho de 2013.

O Colectivo de apoio à candidatura do Eng.º DSP à Presidência do PAIGC

8 Responses to Comunicado: Resultado das negociações do Candidato Domingos Simões Pereira com o Veteranos do Partido PAIGC

  1. Eu nao sou militante e nem simpatizante do PAIGC,mas na verdade sou apoiante da Democracia pluralista,e sinceramente estou de acordo com este comunicado do coletivo de apoio a Domingos Simoes Pereira.Porque a democracia nao deve ser restringida uma vez que ela e grande e universal.

    Convido aos veteranos do PAIGC a indicarem um candidato para a presidencia do partido,essa e a melhor forma de atingir o poder.

    E quero aqui lembrar oa meus conteraneos,se PAIGC sair dividido neste congresso,portanto isso significa uma total instabilidade na Guine Bissau,porque e o maior partido do pais,ele tem bases em todos os sectores.

    Obrigado!

  2. Tio Parabai diz:

    voce entende alguma da politica… se sim entao deixa de dormir pouco porque nao lhe esta a fazer… PAIGC dividido o pais entra em instabilidade, donde veio este estudo e ideia… obrigado!

    • Parabai,os factos sao para apontar,nas ultimas eleicoes presidenciais PAIGC saiu dividido na elicao do seu candidato, em consequencia deu se o golpe de estado do ano passado.E que fica claro eu gosto de politica mas nao gosto dos politicos,porque eles nao entendem de nanda da poltica.

      Parabai,a analise nao se faz com base na emocao,paixao e sentimentos,mas sim com base no conhecimento e intelectualidade.

      Obrigado.

    • Tio Bardadi diz:

      Tio Parbai….o senhor deve estar doente ou descontestualizado ou melhor nao nasceu na Guine ou para melhor dizer que o senhor andou a dormir mais de tres decadas ou muito mais.

      A Guine Bissau para ser Guine, foi graças as bases e esforços e empenhamentos de PAIGC,desde a luta de libertaçao nacional.

      Só uma pergunta ? Tio Parbai como o Sr. Quis ser chamado.

      qual sector, secçao,regiao,tabanca em que PAIGC nao tem base partidário ?

      -Mesmo o senhor PARBAI nao é fruto de PAIGC ?

      -Nao devemos ter vergonha dos nossos progenitores

      Ninguem escolhe para ter um pai pobre,maluco ou desvairado.Deus quis assim e assim será.

      Unica nossa salvaçao é de rezar para os nossos dirigentes politicos ou lideres ou governantes que Deus lhes dê juizo para guiar aGuine Bissau a senda recta.( fim da citaçao)

      Voltarei tio Parbai ……………..

    • Caro compatriota Parabai.Faca o favour de visitar o blog :Bissau Digtal:e Sr vai ver as declaracoes do Domingos Simoes Pereira sobre a responsabilidade historica do PAIGC em relacao a situacao da Guine Bissau.

      Nao sou politico nem o pretendo ser,mas acompanho de perto a situacao politica do nosso querido pais.

      Um grande Abraco a todos!

  3. Bardadi Son Bardadi diz:

    Com a proliferação de candidatos (10) pela chefia do partido e do governo, perante a indisciplina crónica no PAIGC, a fragmentação recorrente nos congressos, na formação do governo e na escolha do candidato à Presidência da República tudo devido às lacunas dos estatutos; Justifica-se que se encontre soluções estruturais para combater os males citados, urge assim o modelo de liderança que visa separar as funções de Presidente do PAIGC e do futuro Primeiro-ministro, passando o primeiro a Presidir a vida política do partido e o segundo dedicado à governação.
    Nada melhor que um reformado experiente, com moral, idoneidade e respeitabilidade para arrumar o partido através da revisão dos estatutos.
    Em democracia tudo se debate e se geram consensos, esta é a solução proposta, a democracia decidirá no congresso. O PAIGC vai mal e precisa de decisões radicais na mudança do seu rumo.
    Mantenhas, Bardadi Son Bardadi

  4. Bardade pa Conta diz:

    Em parte diria que o Sr Jalo tem razão quando afirma de forma catigoriga que “PAIGC saindo dividido no congresso isso significa uma total instabilidade na Guine Bissau,porque e o maior partido do pais,ele tem bases em todos os sectores” mas para mim isso significa a incapacidade de classe intelectuias Guineense assimirem as suas suas responsabilidade,sendo maior Partido e com bases um pouco por toda Guiné, não lhe confere o estatuto de ser um partido de gente que cria instabilidade. Também acho um Militante atento e conciênte de principios do PAIGC não vai concordar com esse atributo que infelismente parece uma realidade.
    Também acho Eu, não tem universalidade de Democracia! (modelo unico), partindo de um principios de intendimento negocial, não é mau e nem pode ser interpretado como se fosse a forma de acabar com a Democracia interna.

    Muito Obrigado

  5. Mininu djiru diz:

    Bom dia à todos,

    Não sou e nem pretendo ser do PAIGC e nem dum outro partido na Guiné-Bissau porque acho que a politização excessiva dos intelectuais na Guiné-Bissau é o refugio dos menos capacitados.

    Mas uma coisa queria dizer,a afirmação segundo o qual “se o PAIGC sair deste congresso dividido significa a instabilidade em Guiné-Bissau” não me convence e muito pouco convence um observador atento da realidade socio-politica da Guiné-Bissau.

    O Golpe não foi dado por pessoas internas ao PAIGC mas sim essas ultimas aderiram ao golpe por questões de interesse e sobretudo pela desconfiança que sempre teceram em relação ao Carlos Gomes Junior, quem em principio,uma vez Presidente da Repùblica iria entrar nas suas habituais ajustes de contas, perseguições etc…

    De seguida, o PAIGC não sendo a maior força politica do pais deveria pensar em modernizar-se porque esses ditos veteranos ja demonstraram que não são capazes do que quer que seja e legar o testemunho aos mais novos e porque não deixar CONQUASA fazer o seu trabalho: basta de Saturninos, Carlos Correias etc…

    Que promovem a juventude porque o propio Amilcar Cabaral sempre pensava na juventude e fazia da juventude a sua força e a pedra sobre o qual a nação guineense deveria ser erguida.

    Infelizmente, esses “abutres” do nome dos ditos veteranos não querem deixar os mais novos dirigirem o partido e continuam nas suas negociatas. Infelizmente, estou vendo o Sr. Domingos Simões Pereira por ambição pessoal ir pouco a pouco na mesma direcção dos veteranos e seguramente vai cair nas armadilhas destes ultimos porque so assim podera ser um dia presidente ou Secretario Geral do Partido.

    E infeliz, mas quanto mais esperança se tem num filho da guiné-Bissau, mesmo um intelectual, por ambições desmesuradas desse ultimo privilégia a sua pessoa em detrimento do pais. INFELIZ ES A GUINE-BISSAU.

Responder a Bardade pa Conta Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.