ONU: Guiné-Bissau vai participar ao mais alto nível na assembleia geral

Organização das Nações Unidas (ONU)

Bissau (Rádio Difusão Naciona-RDN, 17 de Setembro de 2013)  –  A Guiné-Bissau vai participar ao mais alto nível na Assembleia Geral da ONU no dia 26 deste mês em Nova Iorque, nos Estados Unidos de América, com uma mensagem forte do presidente de transição, revelou terça-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros, da Cooperação Internacional e das Comunidades.

Em entrevista, Fernando Delfim da Silva reconheceu que não é normal, mas garantiu que as autoridades de transição vão explicar as Nações Unidas a realidade do país.

“Tempos não muito normais, mas será uma representação normal ao mais alto nível com o presidente da república. O futuro a Deus pertence, mas da nossa parte, está tudo aposto, por vantagem dada para falar no dia 26, no período da tarde, está tudo aposto”, referiu ele.

“Portanto, até a este momento, não há surpresas, não há imprevistos desmoralizados. Uma mensagem forte, primeiro, porque a Assembleia Nacional Popular começou a funcionar em pleno e a Assembleia Nacional popular que é o único órgão eleito pelo povo guineense ratificou a transição política. Portanto, a assembleia aprovou o pacto revisto e o acordo político de transição. Deste ponto de vista, ratificou a transição política e a assembleia aprovou o programa e orçamento do Governo. Significa que legitimou este executivo”, avançou Delfim da Silva.

O ministro reafirmou que, apesar da vontade, o país não tem condições financeiras para viabilizar as eleições gerais em Novembro dado que precisa da comparticipação dosparceiros internacionais.

“Todo o mundo sabe que a Guiné-Bissau não tem condições internas próprias para fazer eleições, para arcar com os recursos das eleições. Por isso, a comunidade internacional, o Conselho de Segurança agora pede a comunidade internacional que comparticipe no quadro de financiamento do processo eleitoral”.

Edifício das Nações Unidas em Nova Iorque, EUA

Edifício das Nações Unidas em Nova Iorque, EUA

“O Conselho de Segurança endoçou as decisões que foram tomadas por duas entidades fundamentais – a CEDEAO e o presidente da república. Nós fazemos parte da CEDEAO, o presidente Serifo Nhamadjo é um membro de pleno direito da cimeira da CEDEAO, a CEDEAO fixou o fim da transição até Dezembro, o presidente da república fixou a data das eleições para 24 de Novembro, que se mantém. Não há derrogações, as datas mantêm-se”, destacou.

“Agora, falta a um outro nível mais técnico, viabilizar as condições para as eleições”, apontou acrescentando, citamos: “contamos, esperamos o máximo da CEDEAO. Porque, o que está a acontecer na Guiné-Bissau é um desafio para os guineenses, mas também é um desafio para a CEDEAO, com base no princípio de subsidiaridade. Quer dizer, o Conselho de Segurança deixa a CEDEAO avançar com o processo. Portanto, a organização sub-regional que mais próxima do problema, do foco do problema, esta “por delegação, que assuma maior protagonismo. O Conselho de Segurança endoçou a disposição da CEDEAO, ou seja, é o Conselho de Segurança como que tivesse delagado à CEDEAO o poder de acompanhamento deste processo de transição. Portanto, a CEDEAO faz parte da solução, não é parte do problema”.

10 Responses to ONU: Guiné-Bissau vai participar ao mais alto nível na assembleia geral

  1. MB diz:

    E nhô Cadogo, já adquiriu seu visto de negócios para participar da Assembleia Geral das Nações Unidas?

  2. Tio kapadur diz:

    Cuidado com intenções pessoais.

  3. duno di si distino diz:

    O CADOGO deve já ter desistido de participar ele o seu Djalo Pires o seu Pereira Raimundo alias outros capangas

  4. upelu kituk diz:

    A GB precisa de recompor a sua imagem a nivel externo, portanto a sua participaçao na AGNU è vital para esclarecer certas coisas que muitos nao sabem.
    No ano anterior nao ouve consenso peloque a direçao geral da assambleia decidiu a nao participaçao do presidente golpista e tambem do presidente deposto pelo golpe.
    Pensemos mais para o bem da nossa patria e nao enfocar mais nos assuntos pessoais. A experiencia desse ultimo golpe deixou-nos uma liçao para os bons estudantes politicos e militares aprendam para sempre.
    VIVA GUINE

  5. Ensa Mane diz:

    Penso que o carlos gomes junior ja desistiu das gueras fria junto dos seu capangas viciosos.

  6. DAVID diz:

    CADOGO E CADOGUISTAS, AONDE ESTAO??!!!!! ESTE MUNDO E’ MESMO LINDO DEMAIS E DEUS NUNCA DORME, ENQUANTO OS HOMENS MAUS NAO O SABEM.

  7. Bardade pa Conta diz:

    Deve ser uma lição para nhô CADOGO e os seus comparças de que os homes passam mais o Estada da Guiné Bissau sempre continua. Nhô CADOGO o que significa para você este sinal? é uma derota ou aceitação ou reconhecemento de golpe, olha se não reconsiderar a sua posição vai ficar isolado de tudo e todos, alias isso ja esta acontecer em Portugal, hoje nenguém recebe nhô JUNIOR, alguém pode não concordar mas nhô JUNIOR sabe de isso.
    Si bû ca para cu bu ambiçon desmididu, bu na bim conta djintis bardade.

  8. MB diz:

    Em 2012, nhô Cadogo entrou nos EUA com visto de negócios, mas com a finalidade de discursar na assembleia geral da ONU – tarado! Quem sabe se este ano entra com visto de turismo, ou de estudante. AH, com este último não vai se aventurar, pois não gosta de ouvir falar de estudos e odeia os estudiosos…
    Nhô Cadogo, quais serão as instruções que o seu comparsa português, nhô Paulo Portas, vai lhe dar desta vez?!

  9. pansau Naisna diz:

    agrademas com essa noticia estamos farto con estes governo bacatelas
    que nao sabem explicar os seus proprio

  10. Pensa guine diz:

    Da muita pena ver guiguis tão ignorantes, mas muita pena mesmo. Fogo pah

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.