PAIGC altera de novo a data do seu Congresso

Sede do PAIGC em Bissau

Bissau (GBissau.com, 24 de Setembro de 2013) – A data do oitavo congresso do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde foi alterada, pela terceira vez, pelo Comité Central do PAIGC. Desta vez, o maior encontro do partido foi marcado para entre os dias 25 e 27 de Outubro próximo.

De acordo com informações do Comité Central do PAIGC, as propostas saídas dos encontros que têm decorrido nos últimos meses irão ser divulgadas nas bases, em conferências regionais e sectoriais.
De recordar que o Congresso do PAIGC decorrerá na cidade de Cacheu, norte da Guiné-Bissau, com a participação de mil e duzentos delegados. Serão eles que decidirão sobre o futuro do partido libertador, profundamente dividido, sobretudo depois do golpe militar de 12 de Abril de 2012.

A grande incógnita tem a ver com o caso do antigo primeiro-ministro guineense, Carlos Gomes Júnior, actualmente “refugiado” em Portugal, mas que continua a ser o actual Presidente do partido. Embora Gomes Júnior tivesse manifestado a sua intenção de concorrer novamente à Presidência da República da Guiné-Bissau, ainda não há sinais claros sobre o seu possível regresso ao país, devido principalmente às questões de segurança.

E em Bissau, não faltam candidatos à liderança do PAIGC. Braima Camará, Domingos Simões Pereira, Aristides Ocante da Silva e Abubacar Dahaba serão alguns deles. Mas, o Congresso terá a difícil tarefa de debater uma possível alteração dos estatutos do partido, cuja aprovação conduzirão possivelmente à criação das funções de Presidente e de Secretário-geral.

Só depois disso, saberemos de facto se serão candidatos à Presidência ou à Secretaria-geral do partido. Por agora, os candidatos limitam-se a dizer que pretendem concorrer à “liderança” do partido.

A cidade de Cacheu está à espera, enquanto os candidatos à “liderança” vão mantendo por todo o país, os seus contactos com os militantes do PAIGC, numa verdadeira euforia eleitoral.

Faltam exactamente trinta dias … se a data não for alterada de novo.

O Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde foi criado a 19 de Setembro de 1956 e acaba de completar os seus cinquenta e nove anos de vida.

De acordo com alguns dados históricos, para além de Amílcar Cabral, participaram na criação do PAIGC as seguintes individualidades: Aristides Pereira, Luís Cabral, Júlio de Almeida, Fernando Fortes e Elisée Turpin.

A luta de libertação nacional desencadeada pelo PAIGC resultou nas independências da Guiné-Bissau e de Cabo Verde, respectivamente.

2 Responses to PAIGC altera de novo a data do seu Congresso

  1. sukuro diz:

    sera que vai ter congresso ? Ou estao a espera do dono do partido Cadogo .

  2. Silva diz:

    Na minha leitura acho que o PAIGC precisa de nova “cara”, novo folego. O Partido precisa de um lider que que ira reconciliar nao so as fileiras do partido mais tambem todas as estruturas do Estado. Carlos Gomes Jr. tornou-se uma figura de controversia dentro e fora do Partido. Segundo dados estatisticos do Banco Mundial durante o periodo do seu mandato o pais conheceu crescimentoeconomico na ordem de 3 a 5%, dado considerado bom se comparado com os anos anteriores. Mais e o senso de dialogo que faz-lhe falta para voltar a ser o lider do maior partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.