União Europeia intensifica o seu empenho na luta contra o tráfico de droga na África Ocidental

Bissau (Gabinete de Imprensa da União Europeia, 4 de Outubro de 2013) – A União Europeia assinou um contrato com a Fundação Kofi Annan para apoiar a Comissão Oeste Africana de Luta contra o Tráfico de Drogas na elaboração do relatório sobre o impacto de estupeficantes sobre a boa governação, a segurança e o desenvolvimento dos países da sub-região.

O objectivo geral deste relatório previsto para inícios de 2014 é de mobilizar a consciência pública e o engajamento político para enfrentar o problema do tráfico e consumo de drogas na África Ocidental. Em particular, ir-se-á analisar o tráfico e o consumo de drogas e outros assuntos ligados à problemática, assim como apresentar recomendações aos líderes politicos e a sociedade civil sobre a abordagem das questões ligadas ao tráfico e consumo de drogas.

Nos últimos anos, o transbordo de narcóticos da América Latina para a Europa e da América do Norte através da África Ocidental aumentou substancialmente. As organizações do crime organizado operam na África Ocidental para garantir a passagem de cargas pela região, e o consumo local dessas drogas aumentou, representando uma séria ameaça para à paz e a estabilidade.

Em Abril de 2012, a Fundação Kofi Annan convocou um grupo de especialistas para analisar a situação, em Dakar, e recomendou a criação de um grupo regional independente para mobilizar a atenção política e encontrar respostas concretas a estes desafios.

Este órgão independente, presidido pelo ex-presidente da Nigéria Olusegun Obasanjo, é composto por antigos detentores de cargo de alto nível governamental e em órgãos intergovernamentais, tendo assim acesso aos decisores na região para dialogar com imparcialidade e objectividade.

Durante os próximos meses, especialistas da Fundação Kofi Annan e membros da Comissão irão realizar uma série de missões no terreno, entre outros países, a Guiné-Bissau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.