Presidente e vice-presidente do partido Manifesto do Povo dizem ser alvo de ameaças

Bissau (Rádio Difusão Nacional-RDN, 11 de Fevereiro de 2014) – O presidente e vice-presidente do partido Manifesto do Povo (MP), Faustino Fudut Imbali e Usna Quadé, disseram em carta dirigida ao Presidente de transição que estão a ser alvo de ameaças de morte por espancamento da parte dos serviços da secreta.

O facto foi denunciado hoje, terça-feira, pela direção nacional desta formação política na oposição.

Faustino Fudut Imbali era até recentemente, o ministro dos Negócios Estrangeiros  e das Comunidades do governo de transição e ele já primeiro-ministro durante a presidência de Kumba Ialá.

8 Responses to Presidente e vice-presidente do partido Manifesto do Povo dizem ser alvo de ameaças

  1. Iarés Mané diz:

    Que vergonha! Se este fato for verdade,então, onde está a segurança que maioria dos dirigentes deste governo reclamava antes do golpe de estado de 12 de abril, será é o CADOGO que continua a ordenar o espancamento e morte das pessoas?
    Como diz o ditado crioulo “Koba de Djinfa si buna kobal, kobal fundo pabia bu pudi bin cai lá” O próprio Faustino assocoiu-se a esta gente e, hoje está nesta situação.
    Mas seja como for esta denúncia deve ser levado em conta para que não seja tarde. É mais outra oportunidade para a ECOMIB e outros organismos internacionais mostrarem que não estão só a servir os seus funcionários em Bissau,mas sim garantir a segurança aos cidadãos guineenses, seja qual for o percurso ou atitude de Faustino Imbali não merece isso.

  2. Melo fernandes da costa diz:

    Gbissau deve evitar ameaçar os filhos dessa terra, temos que ir ao estado de direito ou a nações unida irão tomar medidas contra o pais i
    Contra essas pessoas i isso é muito mau para o pais, sabem quando
    Un conpromete as regras com a sua firma seguir as regras i não cumpre com a firma, enviam autoridades competentes desse organismo
    a deter essa pessoa i leva-lo a tribunal de haya pra ser julgado possivelmente condenado, guiné deve aceitar a liberdade de expresão i
    Tambem tomar medidas contra essas pessoas que saltam as normas.

  3. Bardade pa Conta diz:

    Este Sr é um menteroso e sem sentido de responsabilidade, acha que fazer a politica significa falar besteiras. Ja costumamos declarações desta natureza na GB, lembram de Sr Nado Mandinca, a sim é que pensava melhor forma de fazer a politica mas hoje compreendeu que tinha ditos varias coisas de pouca verdade. Este senhor é muito oportunista e que leva a sua vida em viver de oportunismo, noentanto sentiu que algo bateu mal na sua careira e a forma de justificar esta aranjar argomentos falidos para enganar os mais atentos. Nho Faustino so procura amigos quando precisa e sabe muito bem de isso!

  4. Bardade pa Conta diz:

    Falando de seu Vice-Presidente, nho Usna borgunho també bocado porque bu par ce cuma djintes tené respito bocado pa bô i abo tembé qui alguén na perde si tempo pa busca suta i pa ganha cu ké?

  5. guineense na noruega diz:

    Por favor esta na hora, de cada um tomar responsabilidade da sua politica e nao….dizer a culpa e do vizinho.
    eu gostava de saber quem e que esta a fazer a este politico.

  6. Proff diz:

    ESTE SENHOR SO QUER CHAMAR ATENCAO MAIS NAO VAI CONSIGUIR PORQUE JA PASSOU DE MODA VAI TE EMBORA E DEIXE NOS EM PAZ . NHU BURGUNHU DJA

  7. zosky diz:

    O SENHOR FAUTINO IMBALI DEVIA ENVIAR ESTA CARTA AO GENERAL PRESIDENTE ANTONIO IN INDJAI OU O SEU PRIMEIRO MINISTRO GENERAL DABA NA WALNA.ELES E QUE TEM ARMAS! O NHAMADJO E SO IMAGEM,ELE NAO TEM NENHUM PODER A NAO SER TRAFICAR OS NOSSOS PASSAPORTES DIPLOMATICAS EM TODO O MUNDO.O SENHOR FAUSTINO F.I.TAMBEM TEM ESQUECIDO QUE FAZIA PARTE DESTE GOVERNO GOLPISTA E ENTAO?

  8. zosky diz:

    OS NOSSOS POLITICOS E MILITARES ESTAO A VENDER GUINE BISSAU A SENEGAL, NAO IMAGINAM AS CONSEQUENCIAS NO FUTURO!!!!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.