Início das obras de reabilitação das vias urbanas do país

Bissau  (Rádio Pindjiguiti, 11 de Março de 2014) ) – O ministro das Infrastruturas, Rui Araújo, presidiu ontem, em Canchungo, noroeste do país, a cerimónia de lançamento das obras de reabilitação das estradas, pontes e vias urbanas da Guiné Bissau.

O ministro revelou à imprensa que os custos envolvidos nos trabalhos de reabilitação da rotunda de Canchungo à Caió rondam os 30 milhões de FCFA e que o projeto vai se estender a todo o território nacional.

9 Responses to Início das obras de reabilitação das vias urbanas do país

  1. isto e o sonho para bens a quem quer judar quele pais irmao dignidade de homem e o trabalho, ajudem canchungo para reabilitacao das estradas pontes
    e vias urbanas da Guine-Bissau, mais uma vez felicito-se Sr Rui Araujo continuacao o bom projeto para canchungo possa ter bom estradas, e nao so canchungo mas sim todas as regiao da Rep:da Guine-Bissau, viva G.Bissau.

  2. johannes Mooij diz:

    entao senhor ministro vai ussar afinal ou fundo rodoviario?
    que e paga e nada seija feito

  3. Luciano Nantampole diz:

    Isto de política tem muito que se lhe diga.. com a campanha eleitoral a vista os nossos digníssimos governantes lembraram de que afinal temos estradas em mau estado por isso, tomaram todas as providências para iniciar a sua reabilitação.. meus parabéns!
    No entanto, todas as operações de reabilitação de estradas nunca passaram de meras operações de cosmética. Lançando para estradas pura e simplesmente terra batida que depois se transforma em poeiras pondo em causa a saúde do Nosso povo.
    Melhores dias virão para Nosso Povo/Pátria.

  4. Mandindin Mané diz:

    É um tanto estranho que, no apagar das luzes de um governo de transição, resultante de um golpe de estado, portanto sem legitimidade popular, obras civis gigantescas e contratos de exploração de recursos naturais, extremamente delicados estejam sendo feitos “à ulá ulá”.
    Não seria prudente e de maior seriedade que estes governantes de transição esperassem, apenas mais um mês, e entregassem estes projetos nas mãos daqueles que sairão das urnas, legitimados pelo povo, para que estes pudessem incluí-los, ou não, num plano mais amplo e de longo prazo? É preocupante, porquanto sabemos que obras civis e contratos de exploração de recursos naturais são, por excelência, meios de optimização da corrupção e desvios de fundos. Estarão os senhores ministros preparando “pé di meia” para não saírem de mãos a abanar?

    • taharqa diz:

      Tens razão Mané Se é um governo de transição e ainda por cima ilegitimo,que está já de partida porquê tomar decisões importantes de investimentos(embora ncessarios) e exploração de recursos naturais(fosfato,madeiras,petroleo 12 biliões barris )? São corruptos

  5. Balde gabu diz:

    Nos de gabu devemos pensar ao nosso região, porque nenhum governo pensa a fazer nada naquela região todos infrastuturas da nossa região estão acabados o nossa região e como uma região que saiu da guerra ontem deus ajuda construir anossa guine e gabu

  6. potcho diz:

    nao nos sombrem projeto de reabilitaçao de canchungo à caio avaliado no valor 30 milhoes é uma brincadeira ou qué ?

  7. peunak diz:

    este orsamento valiado por 30 milhoes fcfa nao e segnificativa para que possa ser projeto reabilitscao de canchungo e caio,e nem chega construir barracas dos gados, e estrada de caliquesse ja nao esta no plano nao e, realmente voces estao mesmo de brincadeira

  8. jose manuel diz:

    não esquese tambem as estradas do sul que tem muitas problemas….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.