ONU defende preparação de fundo de pensões para reformar forças armadas guineenses

Militares da Guiné-Bissau | Foto Arquivo

Bissau  (Angop, 11 de Março de 2014) – O representante das Nações Unidas na Guiné-Bissau, José Ramos-Horta, alertou para a necessidade de a comunidade internacional começar a preparar um fundo de pensões para realizar a reforma das forças armadas bissau/guineenses.

Falando à imprensa segunda-feira, Ramos-Horta disse que as autoridades militares já entregaram “uma lista de mil e 700 elementos que voluntariamente se inscreveram para sair e há ainda mais 200 que, por idade ou saúde, devem retirar-se”.

José Ramos-Horta falava à margem de uma cerimónia de entrega de fardamentos oferecidos pelo reino de Marrocos às forças armadas guineenses, em resposta ao pedido formulado pelo representante da ONU neste país lusófono.

Para Ramos-Horta, a reforma das forças armadas deve ser a prioridade do governo, da Assembleia Nacional e presidente a serem eleitos a 13 de Abril.

O valor em causa para o fundo “é muito mais que os 16,5 milhões de euros que foram disponibilizados pela Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) – dos quais 6,5 foram para reabilitação das casernas”, alertou.

7 Responses to ONU defende preparação de fundo de pensões para reformar forças armadas guineenses

  1. Por favor despachem-se o mais rapidamente possível, para que G.BISSAU se possa libertar-se desses escrotos sem cura,assim possamos viver em paz,tranquilidade e bem estar para todos os guinienses de bem, os malfeitores que os diabos lhes carreguem para os quinto dos infernos. TCHAU.

  2. zosky diz:

    é preciso o desarmamento total nao precisamos das forças armadas porque nao estamos em guerra e nem estaremos em guerra com paises vizinhos.O pais nao estaria nesta situaçao se nao tinhamos ARMAS!!!!…

  3. Lénine diz:

    Queremos as nossas FA intelectuais nao os que vendem drogas,cortam madeiras e roubam acima disso sao robocados pelos politicos nos queremos viver em PAZ mais nada .

  4. Etiene Robalo diz:

    jà é um bom sinal segundo ouvi as declaraçoes de “RAMOS HORTA” de facto a GUINE BISSAU precisa de uma reforam nao so nas camadas das forças armadas assim como no aparelho de estado guineense porque estamos num pais onde nao existe a democracia cada qual faça o que entender os nossos governantes estao de olhos fechados por favor peço ao SR.RAMOS como enviado especial da naççoes unidas para que faça chegar a mensagem ao BAN KI MOON .obrigado

  5. Junior diz:

    Falta ainda também os políticos.

  6. Proff diz:

    não percebi a notícia só 700 quando tinham que ir todos assim desfazemos dos atual forças de insegurança arranjamos uma nova força de segurança .

  7. Luis Manuel fati diz:

    A reforma existe em todos paises mas depende da forma como é aplicada, lembrem-se que é fundamental aplicar a transparencia e respeitar os direitos de cada um dos involvolvidos. Acredito com esta ajudar estaremos a caminho para paz

Responder a Junior Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.