Banco Mundial financia  mais de 22.5 milhões de dólares ao sector energético e da água ao país

Bissau (ANG, 28 de Abril de 2014) – O Banco Mundial vai aprovar, ainda antes do final de Maio, um Projecto de Emergência para os Serviços de Electricidade e Água, no valor de 22.5 milhões de Dólares.

A informação consta do Comunicado do Conselho de Ministros desta semana, que refere sobre a recente participação do país na reunião anual das instituições de Bretton Woods.

De acordo com o documento, esta instituição financeira prometeu igualmente apoiar o Projecto do sector privado e do desenvolvimento da agro-indústria na Guiné-Bissau no valor de 8.2 milhões de Dólares.

Também, para além de ajuda de um milhão de dólares para o reforço da garantia Fundo de Apoio para Industrialização, segundo executivo de transição, o BM prometeu apoiar as autoridades guineenses, na preparação da Mesa Redonda a “realizar no decurso deste ano, criando-se assim, as condições para o futuro governo”.

E, sobre o apoio ao pagamento das remunerações dos professores e profissionais de saúde, o comunicado fala do compromisso do governo em fornecer “informações detalhadas ao Banco sobre a execução de mais de um milhão de dólares destinados a 4500 servidores públicos da saúde e da educação”.

Assim, segundo o governo, se houver uma boa justificação destes fundos e se não se registarem mais greves nestes sectores, o Banco Mundial assume prolongar o pagamento da remuneração dos quadros da saúde e da educação até ao Dezembro deste ano.

Já com o Fundo Monetário Internacional, o Comunicado de Governo informa que esta instituição prometeu enviar ao país, uma equipa técnica, após as eleições, para nomeadamente, conceber um Programa de Assistência Financeira a Guiné-Bissau.

Por outro lado, conforme o Comunicado do Governo, a reunião do executivo aprovou, entre outros, os regulamentos da União Económica Monetária da África de Oeste (UEMOA) relativos ao Valor Aduaneiro, das Mercadorias, ao Código Anti-Dumping e aos Código Aduaneiro Comunitário.

3 Responses to Banco Mundial financia  mais de 22.5 milhões de dólares ao sector energético e da água ao país

  1. Lénine diz:

    Esperemos que desta vez haja mesmo este fundo para nos salvar de lus bai lus bin em pleno seculo que pouca vergonha dos politicos corruptos e sem visao de desenvolvimento.

  2. Boa noticias más devem acompanhar com justicia sem justicia nao ha nada de fazer.

  3. Lucio Ocante Cá diz:

    Aprendi a amar este país! Quero melhorias pro povo guineense que me acolheram de braços abertos! Acesso a energia e água potável é o minimo que este pode deve ter, pois como fala a citação anterior, em pleno séc. 21, é inadmissível que pessoas sofram estes tipos de mazelas sociais. Bons tempos espero para Guiné!

Responder a Lucio Ocante Cá Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.