Eleições 2014: CEDEAO reforça contingente militar da ECOMIB 

Chegada das tropas de Burkina Faso - 17 de Maio de 2012 | Foto: UNOGBIS

Bissau (PNN, 12 de Maio de 2014) – A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) decidiu reforçar a sua força de alerta na Guiné-Bissau (ECOMIB) com um número maior de militares e equipamentos.

Um contingente composto por 140 agentes do 21.° Esquadrão da Gendarmaria do Burkina Faso já está em Bissau desde o último fim-de-semana, no quadro das eleições presidenciais do próximo dia 18 de Maio.

A vinda dos 140 agentes burkinabés para o país ocorreu a 10 de Maio por via terrestre, num comboio militar equipado e constituído por 13 pick-ups e quatro camiões logísticos.

Segundo a CEDEAO, após as presidenciais, este regimento burkinabé deverá continuar no país por mais um ano a partir de Julho de 2014.

2 Responses to Eleições 2014: CEDEAO reforça contingente militar da ECOMIB 

  1. Nito Bernardo Vieira diz:

    Sim tem ser este organização que evitou uma GUERRA CIVIL na Guiné Bissau,enquanto o CPLP optou por de via GUERRA até enviou os militares portugueses e meios entre barcos,aviões para CABO VERDE para atacar a Guiné Bissau após de Golpe de Estado que afastou o MOSTRO CARLOS GONES que quase acaba com seus em matar tudo e todos.

  2. sadibou danfa diz:

    a guine bissau ja deve ultrapassar estes tipos de coisas,isto e uma vergonha ate agora os guineenses nao conseguiram afastar destas coisas de golpe de estado.hora o tal militar hora o tal politico .
    o que que motiva os militares a dar o golpe?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.