Reajustadas as pensões e subvenções vitalícias dos ex-titulares de cargos públicos civis e militares

Bissau (ANG, 17 de Junho de 2014) – O Presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP) Ibraima Sori Djaló escusou-se a comentar a actualização das Pensões e Subvenções dos ex-titulares dos órgãos de soberania feita pelo Governo de Transição, e já publicadas no Boletim Oficial.

Em declarações à Agência de Notícias da Guiné – ANG, Ibrahima Sory Djaló alegou que o diploma não passou no hemiciclo, pelo que cabe ao Governo e o Presidente da Republica de Transição darem resposta sobre as duvidas que se levantam em relação ao assunto.

“Eu não sei nada sobre o assunto. Fui informado, por via telefónica, e a pessoa me disse que decidiram aprovar um Diploma no Conselho de Ministros e que fixou pensões aos titulares dos órgãos da soberania, na qual eu estou incluído e eu limitei a responder “tudo bem´”, explicou Ibraima Sorri Djalo.

O Conselho de Ministros teria aprovado a fixação de uma pensão de 3.142 milhões de Francos CFA para os ex-Presidentes da República, incluindo os que desempenharam função no período de transição, e que correspondem a 100 por cento do vencimento de um Chefe de Estado em exercício.

O mesmo Diploma, publicado no Boletim Oficial de 6 de Maio deste ano, à que a Agência de Noticias da Guiné-ANG teve acesso, fixou ainda o valor de 75 por cento do referido montante como pensão dos ex. Presidentes da ANP, aposentados ou falecidos, incluindo igualmente o actual, em regime transitório.

O documento detalha ainda que os ex-Primeiros-Ministros e os ex-presidentes do Supremo Tribunal de Justiça vão ganhar o correspondente à 55 por cento do vencimento do Presidente da República em exercício.

Os ex-presidentes da Assembleia Nacional Popular, os ex-Primeiros-ministros e os ex-Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, no activo beneficiarão de uma subvenção vitalícia correspondente a 34 por cento do salário do Presidente de Republica.

As pensões e subvenções dos ex-ministros e ex-secretários de Estado que exercerem funções durante um mandato ou cinco anos alternados, dos ex-Procuradores gerais e dos ex-Presidentes do Tribunal de Contas foram igualmente reajustadas.

O diploma define como mandato, o período de vigência de um governo constitucional (quatro anos) ou de um governo de transição, exercido desde o inicio até ao fim ou que tenha sido interrompido por uma alteração da Ordem Constitucional.

O cálculo para a fixação das pensões dos ex-ministros e ex-secretários de Estado far-se-ão tendo como referência o valor da pensão do Primeiro-ministro que é de 1.728.100 fcfa (um milhão e setecentos e vinte e oito mil e cem francos cfa).

Para os ex-ministros, ex-Procuradores-gerais da Republica e ex-presidente do Tribunal de Contas a pensão de reforma correspondem a 80 por cento da pensão do Primeiro-ministro.

Para os ex-secretários de Estado a pensão corresponde a 60 por cento da do Primeiro-ministro.

Para os beneficiários no activo ( ex-Primeiro-Ministro, ex-Procuradores-gerais da Republica e os ex-Presidentes do Tribunal de Contas) a subvenção vitalícia corresponde a 70 por cento da do Primeiro-ministro. E para os ex-secretários de Estado a subvenção vitalícia é de 50 por cento da do Primeiro-ministro.

O Diploma estabelece ainda o reajustamento das pensões e subvenções vitalícias dos ex- titulares dos mais altos cargos militares, nomeadamente, os chefes de Estado Maior General das Forças Armadas, Vice-chefes de Estado Maior, chefes de Ramos, Inspectores-gerais e os Presidentes do Tribunal Militar Superior.

Para os ex-chefes de Estado-Maior General das Forcas Armadas, a pensão de reforma corresponde a 70 por cento da do Primeiro-ministro (1.728.100fcfa).

E para o ex-Vice-Chefes do Estado-Maior General das Forças Armadas, ex-Inspectores e ex-Chefes de Estado-Maior dos Ramos, ex-Presidentes do Tribunal Militar Superior as pensões de reforma correspondem a 50 por cento da do Primeiro-ministro.

Para os beneficiários no activo, a subvenção vitalícia é de 60 por cento da do Primeiro-ministro para os ex-chefes de Estado-Maior General das Forcas Armadas, e de 40 por cento da do Primeiro-ministro para os ex-vice-chefes de Estado-Maior das Forças Armadas, ex-chefes de Estado-Maior dos Ramos, ex-Inspectores-gerais das Forcas Armadas e os ex-Presidentes do Tribunal Militar Superior.

Nas disposições finais, o governo de transição refere que a regulamentação da aplicação do diploma será feita por despacho do ministro das finanças.

 

40 Responses to Reajustadas as pensões e subvenções vitalícias dos ex-titulares de cargos públicos civis e militares

  1. Finhane diz:

    Es propi ku ta faladu bandidascu.

  2. Gomes diz:

    O velho problema de pensões, o governo da GB precisa imediatamente levar para o debate na Assembleia nacional popular, a nova regra de pensões pq até as pessoas falecidos estão recebendo pensão e ainda com filhos maiores de 18 anos, e ao ler esse artigo o trecho abaixo chamou atenção.
    “O mesmo Diploma, publicado no Boletim Oficial de 6 de Maio deste ano, à que a Agência de Noticias da Guiné-ANG teve acesso, fixou ainda o valor de 75 por cento do referido montante como pensão dos ex. Presidentes da ANP, aposentados ou falecidos, incluindo igualmente o actual, em regime transitório”

    Não pode existir isso num País que vive de ajuda orçamentaria e inacreditável que as pessoas ficam teimando com um absurdo desse, é por isso que se tem tantos candidatos a Primeiro Ministro, ao Presidente da Republica e por aí vai.

    Só um pegunta, como é que o povo fica em tudo isto, isso é um crime contra o povo.

    Att

  3. Mimoso B. Pinto diz:

    isso é uma vergonha para os que nos representam afinal das contas eles alegam que estão ao serviço do povo mas não estão a esbanjar os bens do heróico publico mesmo estando no cargo ou não continuara auferir deste recursos tão escasso, sem lembrar que este dinheiro é vale para orçamento da EDUCAÇÃO E SAÚDE, isso tudo faz nos lembrar que os funcionário publico está com salário de 6 meses em atraso.

  4. Tio Kapadur diz:

    Organização dos bandidos no sentido de satisfazerem as suas necessidades e vícios

  5. Salimo Seidi diz:

    Nao entendo como um país pobre e sem um sector produtivo de renome pode sustentar tantos parasitas. Agora se entende o porque de toda a gente quer ser Ministro ou ter algum cargo. Espero que o povo saia a rua para contestar tanta podridao.

    • EG diz:

      Salimo, ainda o pior é que mesmo os Presidentes de ANP falecidos têm direitos a pensão.

      É importante ser revisto essa lei, pelo novo governo.

      Att

  6. Nduba diz:

    Não quero acreditar. O LABREGO de Serifo Nhamajo, o analfabruto e traficante procurado pelos EUA Anttonio Injai e companhia irão usufruir de subsídio vitalício por terem levado o pais a bancarrota. Nesta situação o presidente golpista auferira um salário superior ao Presidente Aníbal Cavavo Silva.
    Senhores deputados não deixem que esta lei seja aplicada, num pais onde milhares de pessoas vivem com menos de 1 dólar por dia.
    TEMOS QUE INSURGIR CONTRA ESTA POUCA VERGONHA

  7. Mamadu saliu Djalo diz:

    Esse governor da transicao na guine-Bissau, so,so preparou seu proprio tacho, um Pais com a situacao da guine,sera e possivel so governantes ganhar esse dinheiro e os functionaries publicos que ganham muito menos levam tangos meses sem receber um centimo sera possivel? Nao devo agreditar espero que esse novo governo faca seu trabalho de forma que tdo seja justo, pensando mais no Pais, se for possivel rever esse fortuna para os governantes da transicao….

    • YALLA MSUBA diz:

      SIM SENHOR AI NHA GUINE,ESTE GOVERNO DE TRANSICAO OU GOVERNO DE GOLPISTAS DEVERIA SER JULGADO NA TRIBUNAL IMTERNACIONAL,ELES SAOS GRUPO DE TRIBALISTA E CORUPTOS ELES VNAO PENSA DE POVOS!!!!!!!!

  8. Armando Samy diz:

    Muito sinceramente com falta de Recursos Financeiros que País tem,como é possível um Governo de Transição que deu cabo das nossas Florestas,com proveitos de meia dúzia de Pessoas.
    Pergunto será que o País tem condições para honrar esse compromisso assumidos por este Governo de Transição?
    Como é possível um Governo de Transição hipotecar o futuro dos nossos jovens,pois com com estas subvenções não seria melhor aplicar essa verba no Sector de Educação?
    Pergunto como cidadão comum ao Governo de transição como é que ficou o Ano Lectivo deste Ano?
    Sinto-me triste só no meu País é que Ano Escolar nunca começa com uma calendarização concreta com datas específicas o Início e o Final do mesmo.
    Queremos ter Juventude Ignorante?
    O quê é que ganhamos com este tipo de conduta dos nossos Governantes?
    Chegou a hora de pedirmos responsabilidades aos nossos Governantes,pois a degradação do Ensino Público tem sido bom para meia dúzia de Pessoas,pois esse grupinho consegue por os seus filhos a Estudar fora do País,e os nossos jevens ficam a ver navios até quando?
    Ass: Armando Samy

  9. Mpotcha diz:

    Na verdade não existe nenhuma surpresa nessa informação, todo o guineense sabia disso que, os militares queriam simplesmente fazer golpe em que terão um período no caso esse dois anos de, roubar, aprovar tudo o que podem ao seu favor e depois não querem saber mais de nada! E o povo que vão sofrer com consequência. Mas acreditamos em Deus e nessa nova liderança que todos esses processos e aprovações traidoras sejam revisadas para o bem da nação e de todo povo guineense.

  10. Nanthoy diz:

    As novas autoridades eleitas não devem acatar este diploma, pelo que devem imediatamente revoga-lo. Isto prova, de forma inequívoca a intenção do golpe de 2012, o governo de transição e toda está cambada que assaltou o poder na Guine-Bissau: umas a Guine em benefício próprio. Imaginem que gente que nunca trabalhou e que só virou ministro por causa do golpe, agora passa e receber uma pensão vitalícia milionária. Por ter servido a um governo inepto por dois anos. Um governo que acima de tudo é cúmplice na delapidação das florestas do pais, portanto, na destruição da biodiversidade e da base de sobrevivência das futuras gerações. Este diploma é IMORAL, ANTIPATRIÓTICO, IRRACIONAL, OPORTUNISTA. É UM ROUBO!…

  11. Lénine diz:

    Voces nao tem vergonha começando por o vosso premeiro ministros e o restantes dos GOLPISTAS bandidos larapios anafabrutos e nao tenho adjectivos para vos qualificar imbecis vao ver agora o que vai vos acontecer o preparem um novo golpe de estado cachorros de rua…………

  12. Alexandre Garcia diz:

    É uma tamanha vergonha ao país. Se nós vivemos da ajuda externa e de apoio orçamental vindo do exterior, será que os nossos “apoiantes” estarão dispostos a continuar financiando esta gatunagem? E onde estão as pensões para o resto dos servidores de estado (funcionários públicos)? Por isso é fizeram tudo e a todo o custo para fazerem parte do governo através de Golpe militar que é para poderem resolver os seus problemas para toda a vida e o resto da população a viver no extremo da pobreza. POUCA VERGONHA TEM LIMITES

  13. Carlos Dju diz:

    EPA ADMIRO A CORAGEM DESTES GOLPISTAS! TODOS QUE ESTAO NESTE GOVORNO SAO BANDIDOS SEM EXCEPCAO, COMEÇANDO POR TRAIDOR E SINICO DE NHAMADJO, BANDIDO CRONICO DE RUI BARROS, OPORTUNISTA DE DELFIM, SAFADO DE NANDO VAZ E MUITOS OUTROS ABUTRES QUE DESTRUIRAM O NOSSO PAIS NESTES 2 ANOS DE TRANSIÇAO. MUITA PENA, MAS PENA MESMA.

    • Jorge Cá diz:

      vergonha pra o goveno de transiçao começando seu presidente da republica Manuel Serifo nhamadjo pouco vergonha,tudo dirigente de transiçao são pessoais que nao tem preparaçao humana pra assumir carpos publico no país falta de formaçao, interresse pessoal passou pra frente, um roubador vai tabem ser ministro de ministros……

  14. Baldé diz:

    é com muita dor que se lé essa informaçao de pensoes,o povo vai comprender porque razao hà sempre golpes do Estado,jogando fora os diplomas e reclamando ministerios afinal so em Guiné temos formaçao de ser ministro,deputado ou DG,se todo esse dinheiro que é da contribuiçao do povo(impostos e taxas) for partilhado dessa forma entao o que o povo ganha em troca? Mais triste ainda é a data que essa lei foi promulgada,pressaram votar a lei porque ja se prepara a despedida,vamos nos activar com esse novo governo para rever essa lei. boka tarbadja nada bo misti vive mindjor diki povo dipus kubo furta tudo

  15. Altche diz:

    Este Conselho de Ministros perdeu o rumo. Este Governo que nem conseguiu pagar salarios alegando a falta de meios, como pode pensar que o proximo Governo legitimo tera meios e obrigacao de lhes pagar essas pensoes? Eles querem ver esta nossa Guine-Bissau numa autentica e eterna “BARAFUNDA”. QUE PENA! QUE PENA! Que Deus nos ajude!

  16. Domilique Gomes diz:

    Como ninguem dentro do governo de fantoche tem vergonha, mas e que ainda estou a pensar que o ano de 2012 esteja ainda decorrer. A partida, ninguem teria o direito e o mandato legitimo para criar nenhum diploma o qual, iria implicar alguma despesa do estado e nem assinar qualquer acordo com nenhum Pais caso das pescas, areias, pessadas, abate das arvores, etc, tanto mais para criarem o um diploma para os seus ventres de meia. Isto tudo signifique para criar o novo governo recentemente eleito, as enormes e enumerosas dificuldades com a intencao de eventuais pretextos e procura de novo espaco para o golpe de estado.
    Sao personas nao gratas e ficam bem espiritualmente, so quando haja a perturbacao politica.Ja sao especialistas nestas materias. Eperamos todos que o no vo governo os afastem em toda esfera politica guineense a partir do primeiro atraidor: Nhamadjo e conduzi-los de modo geral, para as cadeias nao pelo facto de atrasarem mais uma vez, o pais para cerca de 25 anos, mas sim dos crimes financeiros, sociais e sobretudo de sangue que aquelas pessoas tem cometido. Porem, quando digo isso, o novo e o novo presidente,saberao gerir o pais deixando de lado definitivamente,os militares ainda mais fora do contexto em que estamos a abordar fim da citacao.
    O que roubaram ainda nao chega? O que fizeram para o pais para terem este tipo de pensoes. Por mim, o novo regime dever-se-ia pedir as Nacoes Unidas a fim de criar Tribunal Adoc para julgar aquela gente cujo adjectivo, nao encontro para atribui-la.Ninguem pense nos nossos filhos e nem nos netos ou em geracoes vindouras e querem arrasar toda a Guine-Bissau. Vou ficar por aqui pois que tinha muito mais coisas para dizer mas estou a perder a vontade.

  17. Carlos Alberto Gomes diz:

    Na minha modesta opinião, até que acho justo; não quer dizer que vão já começar a pagar essas pensões, nos outros países do mundo, um trabalhador depois de ser despedido, vai ao desemprego para receber a sua pensão, até que começa o novo trabalhar. Eu acho que é uma forma inteligente de salvaguardar o interesse dos que lá estão e evitar agitação de algumas pessoas… Beijinhos e Abraços, Guiné-Bissau e de Nós(-_-)Nº13CAG-GB Pucurucho

    • Nanthoy diz:

      Meu caro Carlos Alberto, há que se prestar atenção nas coisas. Isto não se trata de um seguro desemprego. Trata-se de uma imoral, ilegal e injustificável PENSÃO VITALÍCIA aos membro de um governo ilegítimo. Nao se deixe enganar meu irmão!

  18. Domilique Gomes diz:

    Como ninguem dentro do governo de fantoche tem vergonha, mas e que ainda estao a pensar que o ano de 2012 esteja ainda decorrer. A partida, ninguem teria o direito e o mandato legitimo para criar nenhum diploma o qual, iria implicar alguma despesa do estado e nem assinar qualquer acordo com nenhum Pais caso das pescas, areias, pessadas, abate das arvores, etc, tanto mais para criarem o um diploma para os seus ventres de meia. Isto tudo signifique para criar o novo governo recentemente eleito, as enormes e enumerosas dificuldades com a intencao de eventuais pretextos e procura de novo espaco para o golpe de estado.
    Sao personas nao gratas e ficam bem espiritualmente, so quando haja a perturbacao politica.Ja sao especialistas nestas materias. Eperamos todos que o no vo governo os afaste em toda esfera politica guineense a partir do primeiro atraidor: Nhamadjo e conduzi-los de modo geral, para as cadeias nao pelo facto de atrasarem mais uma vez, o pais para cerca de 25 anos, mas sim dos crimes financeiros, sociais e sobretudo de sangue que aquelas pessoas tem cometido. Porem, quando digo isso, o novo e o novo presidente,saberao gerir o pais deixando de lado definitivamente,os militares ainda mais fora do contexto em que estamos a abordar fim da citacao.
    O que roubaram ainda nao chega? O que fizeram para o pais para terem este tipo de pensoes? Por mim, o novo regime dever-se-ia pedir as Nacoes Unidas a fim de criar Tribunal Adoc para julgar aquela gente cujo adjectivo, nao encontro para atribui-la.Ninguem pense nos nossos filhos e nem nos netos ou em geracoes vindouras e querem arrasar toda a Guine-Bissau. Vou ficar por aqui pois que tinha muito mais coisas para dizer mas estou a perder a vontade.

  19. Mauricio Amin diz:

    Ao meu ver sobre este Notícia de pensão sugerido por governo de transição não passa de um disfarça! 1º governaram o País a mais de 02 anos, deixando uma grande divida com o salários dos servidores públicos,2º todos estes comitiva oque fizeram ao longo de 2 anos? Apesar que o país não podia ficar sem que estes cargos sejam ocupados, ou seja querem dizer façam oque não conseguimos fazer! 3º como e possível no um País onde existe milhares da população que vivem abaixo da linha de pobreza, há pessoas que ainda querem ganhar o salário dos Europeus? peço há quem de direito (s) que analise com grande atenção este e outros pedidos, alis o País têm muitas coisas para resolver como: Saúde, educação, combate a fome, sanidade publica, Energia, emprego e muito mais. Obrigado a todos.

  20. BARDADI diz:

    Acredito no GV. do JOMAV/DSP. Acredito que este GV vai entrar com uma mocao nos nossos Tribunais e julgar todos esses golpistas/oportunistas.

  21. Armando te diz:

    mas que vergonha mandjuadade de djinguindur kkkkkk

  22. macho diz:

    ate parece ser os golpista tem mais de uma carra.sobre tudo quando vejo aquele fotografia dos vigarista sem principio nem etica.porque deixar os funcionarios do pais sem cobrar os seus salario, issto demostra a incapacadade do governo e do presidente de trasicao. sejao resposaveis e patriotas

  23. Olho de Hórus diz:

    Estes bandidos, fazem golpes, usurpam poderes sem serem eleitos depois estabelecem a quantia que devem passar a receber depois de saída. Os senhores não vão receber nada, pelo contrário devem ser processados. O novo governo deve garantir só pensões dos que foram eleitos pelo povo, não os que foram eleitos pela força das armas!

  24. Tenhais- vos calma,pouco barulho e muita paciência,esse problema é fácil de solucionar.O IRAN de RUI BARROS,vai vomitar todo o dinheiro que tinha engolido e mais o dejeto que despeja e sai em diamantes dão para pagar a todos estes inúteis da nossa sociedade.Única responsabilidade que a sociedade guiniense tem é somente com os antigos combatentes da liberdade da pátria mas estes já restam poucos,portanto, não há mais, esses que queiram engrossar esta lista são os novos chulos desavergonhados,oportunistas,barriga-de-meia.Senhor SORY ,só pelo facto de te incluir nessa lista já não dizes nada e ficas de boca calada, como disseste e muito bem, o documento não passou no hemiciclo e foi bem dito mas não é suficiente,porque, poderia ter ido mais longe na resposta,dizendo simplesmente, considero isso inválido,não cabe a nós tomar essa decisão,porque já temos um governo eleito,cabe ele decidir perante o seu exercício.Julgam que o povo guiniense vai ser para o resto da vida o tratador dos vossos cueiros,estão enganados,quem vai vos tratar dos vossos cueiros são as vossas mulheres lá em vossa casa, bandidos,arruaceiros,barriga-de-meia.

  25. Udé diz:

    Espero que o novo executivo faça os seus calculos e não aceite fardos pesados para o mandato, para o país e para a futura geração. Felizmente não há nada que diz que tem que ser assim. Sobretudo não herderam nenhuma produção que permite pagar aquilo. Quem já trabalhou merece a sua compensação, mas esta não pode concorrer com a compensação de quem está a trabalhar. E em nenhuma circunstância os que dispoem de tempo para fazer outras coisas podem e devem ganhar com os que não têm as mesmas disponibilidades. Também ninguém deve ganhar dobradamente por suas funções anteriores aoponto de estar em melhores condições do que está em exercício pleno e efectivo.
    Isto é para ver a pouca civilidade e civismo. Pubis ka burri, si udjus ta odja bá i bocas cala gossi kussas na muda, pabia assim pubis mistil.

  26. Clube de Gatunos, Queremos saber a reação do Tribunal Constitucional.
    SAQUEADORES, PILANTRAS………ETC Creeeeeeeeeeedo. Voces ainda acham que têm algum valor nesta sociedade? DIGAM LA QUEM VOS ELEGEU AO PONTO DE MERECEREM ESSA PENSÃO? QUE DIGNIDADE DERAM A ESTE POVO?

    VÂO-SE EMBORAM SEUS….

  27. O que voces roubaram durante 2 anos é suficiente para fazerem a vossa vida e façam o favor de ficarem sossegados, é a melhor coisa que devem fazer.

  28. Olho de Hórus diz:

    E ainda pior; gentes que já morreram ainda têm pensão de sobrevivência! Talvez no inferno. Em qualquer país do mundo, quando um servidor público morre, além de subsídio de funeral, existe um período, caso de Cabo Verde são 6 meses, em que a família recebe o seu salário; depois deste período, suspende-se o pagamento para sempre; talvez só é retomado noutra encarnação. Mas no nosso casa, até Amílcar Cabral continuou a receber pensão; desta forma nunca sairemos do atoleiro económica em que nos encontramos. Os sistemas de saúde e da educação não funciona; país sem energia, maioria da população sem água potável e em situação de penúria alimentar, saneamento do meio péssimo, salário dos funcionários público atrasadíssimo, mas ainda tem dinheiro para pagar mortos e chulos…

  29. zemas diz:

    Muita força e coragem povo irmão da GB nos aqui desse lado também, estamos com os nossos sofridos antepassados, basta já de tanto sofrimento queremos paz sossego e o caminho do progresso para esse povo irmão, basta de sustentar chulos só porque um dia pegaram em armas, agora o pais mais do que nunca precisa dos seus filhos bem formados calmos e Unidos para podermos juntos trilhar o caminho do progresso tão almejado por este povo que já sofreu muito basta basta, Dr. Domingos tens aqui deste lado um povo digno que muito esperança deposita em Vossa Excelência, para trazer estabilidade a esta terra que também pertence aos nossos avos basta. Alguém que me responda como pensam responder daqui a alguns anos a essa geração de guineenses o facto de ficarem um ano inteiro sem direito a uma boa educação, e vem agora com esta conversa de pensão vitalícia tenham mas e vergonha na cara seus chulos.

  30. BARDADI diz:

    Ladroes, Chulos e LOW LIFE!Serifo you’re not gonna get away with this bull shit!

  31. Papa Sampa diz:

    Os servidores dos cargos Públicos ou militares, primeiro tem de olhar para o Povo; que é serviço público que lhe pus no poder, sem esses funcionários o senhor não é ninguém, mas já estão com 6 meses sem salários de miséria. O País está paralisado por falta do dinheiro que os senhores bem sabem, e pergunto qual é o PIB da Guiné? ou isso é para orquestrar mais o outro golpe caso que os vencedores de Eleição não conseguiram pagar? Os criadores desses PENSÕES que me respondam. Obrigado

  32. vensam Gomes diz:

    A realidade é justa! porque com despidimento de qualquer trabalhador o patrão assume as suas responsablidades de pagar os direitos do trabalhador. sempre ha fundo do desemprego é isso que chamamos penssões de vitalizis.
    Apessar de tantas problemas no pais; mas o governo da guiné teém que assumir os seus comprimiços da governaças; como sendo um estado democratico!Sabemos que um estado novo,com novas visões mais sim, adotação do fundo de desemprego, tem que ser cumprida na programa do lenque governamental.

  33. vensam Gomes diz:

    A realidade é justa! porque com despidimento de qualquer trabalhador o patrão assume as suas responsablidades de pagar os direitos do trabalhador. sempre ha fundo do desemprego é isso que chamamos penssões de vitalizis.
    Apessar de tantas problemas no pais; mas o governo da guiné teém que assumir os seus comprimiços da governaças; como sendo um estado democratico!Sabemos que um estado novo,com novas visões mais sim, adotação do fundo de desemprego, tem que ser cumprida na programa do lenque governamental. Sempre ha fundo desenprego, para qualquer trabalhador.

    • Nanthoy diz:

      Só que neste caso não se trará de um contrato de trabalho entre nenhum patrão e trabalhadores. Aliás mesmo neste caso, existe um tempo regulamentado de trabalho que o trabalhador tem que cumprir, para fazer juz a pensa. Geralmente este tempo é de 30 a 40 anos, aliás toda a vida produtiva do trabalhador, para depois usufruir do seu direito de descanso merecido. Agora, tu achas justo uma pessoa que assumiu um cargo público durante 2 anos, no pleno vigor da sua força física, ter direito a uma pensão vitalícia (por tida a vida), num pais sem recursos e que depende de ajuda externa para compor o seu OGE? Ainda mais um benefício proposto em causa própria, sem a consulta ao parlamento? Lamento te dizer, mas tu estás equivocado!…

  34. Maria Santa Cunha diz:

    Es i ca só bandidaco es i ladrondade djuntado cu desrespeito pá povo de no terra, cu é tipo de guntes nunde que Guiné ná para nel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.