Polícia detém dois suspeitos de matar bebé para vender o fígado 

Bissau (Angop, 29 de Setembro de 2014) – A polícia da Guiné-Bissau anunciou a detenção de dois irmãos guineenses suspeitos de terem morto uma criança de dois anos, a quem extraíram o fígado que, depois, venderam por cerca de três mil euros.

Os dois irmãos já se encontram detidos no centro penitenciário de Mansoa, disse o tenente-coronel Samuel Fernandes, porta-voz do Ministério da Administração Interna (MAI).

O caso remonta a 2013, mas a polícia só agora conseguiu descobrir os presumíveis autores do crime, acrescentou Fernandes, explicando que o alegado “comprador do fígado” da criança ainda está a monte.

Segundo Samuel Fernandes, os dois irmãos foram instados a arranjar um fígado, se possível de uma criança, destinado a venda a um comprador por dois milhões de francos CFA (cerca de três mil euros).

Na cela de Mansoa, um dos suspeitos disse ter morto a própria sobrinha num arrozal e, depois, com a ajuda do irmão, retirou-lhe o fígado que remeteu a um comprador a troco de dinheiro.

2 Responses to Polícia detém dois suspeitos de matar bebé para vender o fígado 

  1. tio henri diz:

    isto não me parece credivel : que fazer com um figado ???

  2. Balde Demba diz:

    A Guine-bissau Ja Deve Mudar Para O Melhor, Chega As Intrigas, Odio E Inveja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.