Presidente do PAIGC apela a consensos para o desenvolvimento do país

Bissau (Bissaudigital, 21 de Janeiro de 2015) – O Presidente do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), Domingos Simões Pereira, apelou ontem, 20 de Janeiro, a consensos nacionais que tranquilizem a Guiné-Bissau.

Ao falar à PNN no quadro da cerimónia central comemorativa do Dia dos Heróis Nacionais, Domingos Simões Pereira referiu que vão utilizar todas as suas capacidades, competências e disponibilidade, no sentido de produzirem consensos que tranquilizem o país, para que sejam compreendidas as medidas governativas que estão a tomar.

«Em alguns momentos, não podemos compreender uns aos outros, mas somos homens do Estado. Cada um de nós deve compreender a sua responsabilidade. Estamos onde estamos, através do nosso partido. E, em nome do PAIGC, quero garantir a todos que vai haver consensos para que possamos levar esta nossa obra para o objetivo desenhado», garantiu o também atual Primeiro-ministro da Guiné-Bissau.

A concluir, o líder do PAIGC destacou que o pensamento de Amílcar Cabral e sua herança devem ser o principal combustível para alimentar as grandes decisões e opções que foram desenhadas.

A cerimónia oficial que marcou o 20 de Janeiro foi antecedida pela deposição de coroas de flores no mausoléu a Amílcar Cabral, na fortaleza de Amura, na estátua a Amílcar Cabral, e também, na campa do assassinado Presidente João Bernardo Vieira (Nino), no cemitério Municipal de Bissau.

2 Responses to Presidente do PAIGC apela a consensos para o desenvolvimento do país

  1. Carlos Banco Marques Ca diz:

    No que diz respeito ao descurso de DSP e de salientar que os Guineenses eram mergulhados numa autentica ignorancia de nucao de estado e de governacao. Por isso e preciso que o DSP lhes reeduca o que e a governacao. Segundo o grande filosofo Platao o estado priorisa a decisao como sendo o eixo transversal de desenvolvimento de um pais e o povo deve submeter a essas decisoes mesmo querendo ou nao.

  2. Teofulo Biofa diz:

    Eu queria elogiar o pequeno Amilcar Cabral por ter herdado a ideia de Cabral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.