Guineenses pedem apoio da Comunidade Internacional – ANG

Bissau (ANG, 13 de Fevereiro de 2015) – Os guineenses aguardam com muita expectativa a realização da mesa redonda “Guiné-Bissau/Parceiros de Desenvolvimento no próximo mês de Março, em Bruxelas, na Bélgica.

Ouvidos hoje pela Agência de Notícias da Guiné (ANG), o marinheiro Silvano Sanca, comerciante Suleimane Bá, funcionaria pública, Celeste Té,  e Alice Monteiro, enfermeira, foram unânimes em dizer que o encontro de Bruxelas entre o governo da Guiné-Bissau e a comunidade internacional irá permitir que o país saia da situação em que se encontra.

Silvano Sanca disse que o executivo está a trabalhar no sentido de melhorar a vida dos guineenses, acrescentando que a comunidade internacional deve apoiá-lo nesse esforço.

“Espero que a mesa redonda traga benefícios para o desenvolvimento do país, uma vez que o executivo liderado por Domingos Simões mostrou-se determinado para o efeito”, referiu Silvino Sanca.

Por sua vez, o comerciante Suleimane Bá disse que aguarda com muita esperança bons resultados da mesa redonda que se realiza entre 25 e 26 Março, em Bruxelas, e considerou que após o referido acontecimento o executivo terá melhores condições para realizar o seu trabalho de combate à pobreza e de melhoria da qualidade da saúde.

A funcionária pública Celeste Té disse que a mesa redonda visa angariar fundos para o desenvolvimento da Guiné-Bissau em vários domínios.

“Espero que os parceiros internacionais da Guiné-Bissau vão estar na altura de atender as preocupações ou seja o pedido do governo guineense, apoiá-lo em meios financeiros para que possa implementar o programa de desenvolvimento” desejou Celeste Té.

As suas palavras foram reforçadas pela enfermeira, Alice Monteiro que disse que o referido encontro será importante se os objectivos preconizados foram alcançados. “O governo estará em condições de realizar a tão almejada reforma no sector da Defesa e Segurança, assim como na Administração Pública guineense.

O governo ultima os preparativos para a realização dessa mesa redonda encarada como oportunidade de mobilização de fundos para a implementação de programas de desenvolvimento nacional.

 

ANG/LPG/ AALS/SG

3 Responses to Guineenses pedem apoio da Comunidade Internacional – ANG

  1. antonio abipinte te diz:

    acho que a mesa redonda é bom ao país, mas uma coisa os guineenses nao dever deixar as suas confianças para mesa redonda ou seja comunidade internacional mas sim tem quer ter os seus próprios empenhos.

  2. suleimane Balde diz:

    esta mesa redonda sera um balao de oxigenio para o desemvlvimento deste pais. eu sou socio gerente de uma empresa denominada ASB TECNHOLOGY AND SERVICES. somos de sector privado mas, estamos a desemvolver um PRJECTO CHAMADO HELPING COUNTRY ” DJUDA DESEMVOLVI NO TERRA. acho bem juntos pedimos ALLAH tudo poderoso que nos conceda este fundo para melhor implementação nas programas de desenvolvimento nacional.estou confiante e optimista, que vamos comseguir; porque este executivo ja deu sinais importantes. sobre tudo nos aspectos de programas de emergencia. ja garantimos luz, agua, saude, educaxao ainda falta mais…viva guine bissau parece desta vez os sonhos guiguis estarao reializados.

  3. issa djau diz:

    antes de tudo agradeco todos os guineenses pelo apoio que os nossos governantes,estou muito satisfeito pelo resultado como um guineense espero que desta tudo deve normalizar quer seja.na educasao na seguranca e n administracao publica e que a comunidade internacinal que sao capasis de faser tudo o que basiado na mesa redonda.portanto agora de ja em diante o futuro nas maos de todos os guiguis,obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.