Lisboa: lançamento do livro “Memórias e Discursos do Luís Cabral”

Lisboa (Embaixada da Guiné-Bissau em Portugal, 4 de Junho de 2015) – Realizou-se o lançamento do livro “Memórias e Discursos do Luís Cabral”, no salão de conferência do El-Corte Inglês em Lisboa, numa cerimónia organizada pela família e amigos do Ex-Presidente da Guiné-Bissau, com colaboração das Embaixadas da Guiné-Bissau e de Cabo-Verde.

No evento que contou com uma plateia cheia, o General Ramalho Eanes, como um dos intervenientes, disse estar na qualidade de amigo e alguém que enquanto estadista partilhou momentos de grande partilha com Luís Cabral.

“Partilhei ainda o difícil momento de exílio e mais tarde, momentos de luto com a família, podendo ao fim de tudo constatar que ele nunca teve mágoa ou ressentimento para com os que lhe derrubaram com o golpe de 1980. Luís era homem de uma visão progressista, que não só contribuiu para a independência da Guiné-Bissau e Cabo-Verde, mas de toda a África, que de uma maneira geral deixou marcas para a geração vindoura”, disse o ex-presidente de Portugal.

Entre outras intervenções, da parte da Guiné-Bissau, o Encarregado de Negócios da Embaixada da Guiné-Bissau em Portugal, Dr. Mbala Fernandes manifestou o seu agrado em nome do Estado guineense, pela honra de prestar esta digna homenagem àquele que foi o Primeiro Presidente do Conselho de Estado da República da Guiné-Bissau e membro fundador do PAIGC.

Para o diplomata guineense, “o evento que hoje se assinala reveste-se de um simbolismo patriótico que nós consideramos que constitui uma das etapas da celebração de homenagem póstuma daquele que foi e é um dos fundadores das nacionalidades guineense e cabo-verdiana. A título pessoal, permitam-me testemunhar a relação que enquanto estudante, eu e alguns colegas tivemos com o falecido Presidente Luís Cabral, quando éramos frequentadores assíduos quer da casa do falecido Presidente em Linda-a-Velha, como dos encontros no shopping Miraflores Dolce Vita, permitindo-me aqui dizer, que ele vivia o exílio em segurança, sempre chorando pela Guiné entre conversas inacabadas, perguntas de toda a natureza e as respostas sempre com um sorriso e uma esperança na mesma Guiné. A lucidez e a certeza dominavam o nosso encontro, com um pensamento estratégico e desafios sempre aceitáveis”.

E por fim, o senhor Mbala Fernandes agradeceu em nome da Guiné-Bissau à família e particularmente à viúva do Luís Cabral, pela forma dedicada e carinhosa como soube reunir os documentos em colaboração com a Dra. Ângela Coutinho, para que hoje se tenha mais um manual da história, sendo um testemunho para a geração vindoura.

A anfitriã da cerimónia, viúva do Ex estadista, Senhora Josefina Cabral, fechou os discursos visivelmente emocionada, agradecendo a presença de todos, exaltando ainda todos aqueles que contribuíram para o alavancar do projeto que hoje se vincou, que é o “Memória e Discursos do Luís Cabral”.

 

 

 

2 Responses to Lisboa: lançamento do livro “Memórias e Discursos do Luís Cabral”

  1. Tino Mirolho diz:

    O Presidente Luis Almeida Cabral foi o 1º Presidente Conselho de Estado da R. G.B merece esta homenagem das pessoas que estiveram presentes no lançamento do seu livro, é pena que não esteve presente, masa vida tem sempre estas coisas.
    Glória eterna para Luis cabral.

  2. Alfa Balde diz:

    Grande Homem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.