PR José Mário Vaz de regresso ao país

Bissau (GBissau, 9 de Agosto de 2015) – O Presidente da República da Guiné-Bissau regressou no final da tarde deste domingo ao país, depois de uma curta viagem ao Senegal.

José Mário Vaz foi-se encontrar de urgência com o seu homólogo senegalês, Macky Sall, para juntos analisarem a crise política guineense. 

À sua chegada no Aeroporto Osvaldo Vieira em Bissau, o Chefe de Estado guineense foi recebido pelo Presidente da Assembleia Nacional Popular, assim como o Primeiro-ministro.

Mário Vaz, Cipriano Cassamá e Domingos Simões Pereira caminharam juntos para a sala-VIP do aeroporto. Contudo, uma fonte da GBissau disse que o Presidente da República e o da ANP “não se cumprimentaram à saída da porta do avião.” A GBissau não está em condições de autenticar a tal informação.

Após os encontros informais no aeroporto, Mário Vaz caminhou até à rotunda do mesmo, junto à estátua Amílcar Cabral. De lá seguiu a sua comitiva presidencial para o centro da cidade de Bissau.

José Mário Vaz deslocou-se ao Senegal na tarde de 7 de Agosto, após uma reunião inconclusiva do Conselho de Estado.

O Senegal tem-se desdobrado ultimamente na mediação da crise guineense, através de altos encontros entre as autoridades dos dois países.

A Guiné-Bissau encontra-se de novo mergulhada numa grave crise institucional, fruto de um mau relacionamento entre a Presidência da República, a Primatura e a Assembleia Nacional Popular, apesar de todas estas instituições terem sido ocupadas pelo PAIGC.

Nos últimos dias tem-se falado muito numa possível demissão do Governo de Domingos Simões Pereira, mas José Mário Vaz ainda não se pronunciou oficialmente sobre estas especulações.

Na segunda-feira, 10 de Agosto prossegue, no entanto, a reunião do Conselho de Estado iniciada na passada sexta-feira.

 

6 Responses to PR José Mário Vaz de regresso ao país

  1. ture baçiro diz:

    Eu gostría que os dirigentes de meu país intende-ses. Não teem que ver so interresço pessoal mas sim interreço da nacão. A gbissau sofreu muito com a cises política economica social hà dois anos so que vimos a paz e dessinvolvimento desde da indipendencia. Porque àntes da guerra de 1998 tínhamos um governo muito fragil misseravel calamidável que o Pari s sofrìa sempre crises económico e social até em 2013. então désde 2013 até meio deste ano a gbissau concigio amiliorar a economía de 4.5 por cento que nunca a economia da gbissau atingio nesste nivel. Nível mondial felicitarão o governo pelo o seu bom governacão e todos cidadão nacional desse que guiné ranca não cignifica que guine está piorar. Então cegando neste ponto comecão a fazer vergonhar o país. Somos capaz. So a falta de intendimento. Eu declaro a paz e a reconciliacão de todos orgães soberánia deste meu amorroso país gbissau. Não quero ver a falta de ninguên entre voceis romo au dessinvolvimento de nosso país. Deus abencoa gbissau amin

  2. ture baçiro diz:

    Paz paz paz para a gbissai. Paz e conflito somos nós. Então vámos evitar conflitos junto que vámos desinvolver o nossopaís gbissau.

  3. Vensam Gomes diz:

    O regresso do PR, numa curta visita ao seu homoligo PR sénégalêse no caso das resulçõs de crisse politica, que acorre actualmente no pais. Este foi um caso muito possitivos para os orgõs da sobrenia nacional e também aos partidos politicos. Bem sabem, como, eu tinha dito num comunicado, o PR, tem capazidade de desolver o parlamento como sendo o orgão mais supremo de todas os orgãos da contituição da republica! O Presidente da ANP não tem capacidade minima de ofende-lo enquanta mais disafiar o presidente da republica, como sendo um supremo de todos! O Presidente da ANP esta à meter as àguas nas fervuras! Porque ele não tem capazidade de denunciar qualquer léigitimidade inavalavel perante aos orgãos das nossa sobrenia nacional sem o PR, consulta-los! Isto justifica à inléisgitimidade do governo. Como todos guinéenses têm o conhecimento das pessoas envolvidos no caso das alegadas corrupçãos,e que estão no governo, o comunicado vindo do ministerio publico, onde o actual governo estão a tentar exortar e preponderar esse comunicado. Dito o PR, não esta de acordo com as injustiças! Ele quer que esse comunicado séja exclarecido pela justiças. E os endivideos envolvidos sejam julgados perante aos tribunais! E de não acuparem mais qualquer que séja o cargo da sobrenia nacional! Porque eles tem responder as acussassãos. Isso acontece em qualquer parte do mundo. Nem séja aqui na europa mais e pior! Este tipo não o governo que vai lhe pedir a dimissão, é ele mesmo que vai apresentar a sua dimissão à PR ou primeiro minitro! Mais como em Africa as pessoas gostam de ficar agarado ao poder é por isso não acontece!

  4. Timenty diz:

    O PR tem que pôr ordem mesmo no país, não é aceitável que o presidente da ANP continua a mentir e a faltar respeito ao PR.
    O governo não fez nada durante un ano de governança do País. Se não vejamos: A CORRUPÇÃO ESTÁ A AUMENTAR, O CORTE DESENFREADA DA MADEIRA ESTÁ NO SEU AUGE, O PREÇO DOS PRODUTOS DA PRIMEIRA NECESSIDADE ESTÁ AUMENTAR TODOS OS DIAS.
    Portanto não faltam os elementos necessários para que JOMAV demita este governo.

    • Laércio diz:

      Seu idiota, como tu podes dizer isso.
      No momento precisamos é de estabilidade. Coisa que há anos já não se falava em Guiné-Bissau.

  5. joão correia diz:

    Força, um presidente que actua como criança…já recebeu puxões de orelha. Que vergonha! Barulho e guerra dos mafiosos. O meu voto já era.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.