Esclarecimento do Ministério da Economia e Finanças sobre o comunicado da PGR – Comunicado

Bissau (GBissau, 19 de Maio de 2016) – O Ministério da Economia e Finanças tomou conhecimento de um comunicado da Procuradoria-Geral da República em que, para justificar a sua diligência ilegal que levou ao congelamento das contas do Tesouro juntos dos bancos comerciais, faz acusações levianas e infundadas sobre alegados desvios de fundos públicos entre os dias 2 e 12 de Maio de 2016.

Convém por isso tornar público a verdade dos factos:

O Ministério da Economia e Finanças, através da sua Direcção Geral do Tesouro e da Contabilidade Pública (DGTCP), em colaboração com a Agência UMOA-Titres (AUT) e com o Banco Central dos Estados da África do Oeste (BCEAO), emitiu no dia 28 de Abril de 2016, um Título do Tesouro (Bons du Trésor) com maturidade de 6 meses, num montante de 12 mil milhões de francos CFA.

Esta operação inscreveu-se no quadro da execução do programa de emissão de títulos públicos da Guiné-Bissau, em conformidade com a estratégia de gestão da dívida a médio e longo prazo, visando honrar com os compromissos nos prazos acordados.

Da oferta lançada, foram retidos 13 000 milhões de F CFA a uma taxa média ponderada de 4,6084%. Do montante retido, e tendo em conta que os juros e as comissões são previamente descontados, foram transferidos no dia 29/04/2016 para a conta especial do Tesouro Público aberta nos livros do BCEAO, o valor de 12 686 milhões de F CFA.

De referenciar que esta operação serviu, por uma parte, para o pagamento dos salários, pensões e reforma relativos ao mês de Abril 2016, no valor de 2 000 milhões de F CFA e, por outra parte, para o pagamento de uma dívida contraída pelo governo da Guiné-Bissau em 2011 com o Ecobank para a reestruturação das Sociedades GUINETEL e GUINE TELECOM.

O valor desta dívida era de 7 800 milhões de F CFA (capital), mas os juros de mora já ascendiam a 2 131 milhões de F CFA, razão pela qual o governo decidiu pelo seu pagamento para estancar uma hemorragia financeira desnecessária.
Todas estas operações foram realizadas através da nossa conta corrente sediada no BCEAO e podem ser confirmadas quer pelo BCEAO quer pelo Ecobank.

Porém, como sempre, o Procurador-Geral da República, obcecado pela sua perseguição ao Governo, não fez o trabalho de casa e veio de novo proferir declarações confusas e mal-intencionadas.

Feito em Bissau, em 19 de Maio de 2016

7 Responses to Esclarecimento do Ministério da Economia e Finanças sobre o comunicado da PGR – Comunicado

  1. turé baciro diz:

    Será que isso é verdade?

  2. M. Abas diz:

    O ministro da financa penssa que os guineenses são tolos.

  3. Kalijeh diz:

    Surreal! Se o homem nao é competente que abandone o lugar sem delongas antes que seja demitido.
    Coloquem as pessoas nos lugares certos porque senao as consequencias sao disastrosas com avultados custos para País. Custos em toda extensao da palavra. Exigem eficiencia, meus Srs!

  4. Tassilima Djalo diz:

    Conheço que é preciso educar o espírito de cidadania, do homem de estado, a filosofia política e os perfis sociais. A responsabilidade de todos

  5. Tassilima Djalo diz:

    Declaro que é preciso educar o espírito de cidadania, do homem de estado, a filosofia política e os perfis sociais. A responsabilidade de todos

  6. AM diz:

    Precisamos de ter muito cuidado com a linguagem, há forte presença de falta de maneiras na nossa linguagem. Perdemos por completo a noção de disciplina, até os nossos governantes, também falam com ausência de respeito ( ao seu povo ) e também faltando-lhes a disciplina familiar.

  7. NSUMU diz:

    O Ministro das Finanças não tem boa educação, não tem responsabilidade de estado. O sr deve medir as consequências das suas palavras insultuosas ao PGR. RESPEITE a Justiça mesmo se tiver razão, sr ministro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.


Fatal error: Call to undefined function get_HitsMechanic() in /home/afrowa6/public_html/gbissau.com/wp-content/themes/NewsMagazine/post-single.php on line 48