CRISE POLÍTICA: Líder da Sociedade Civil acusa PR de impedir reintegração de dissidentes do PAIGC

Bissau, 24 de maio de 2017 (ANG) – O presidente do Movimento Nacional da Sociedade Civil para a Paz Democracia e Desenvolvimento acusou ontem o chefe de Estado de ser o obstáculo à reintegração de deputados dissidentes do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) nessa formação política.

Em entrevista à ANG, Jorge Gomes disse que as declarações de José Mário Vaz no último comício da sua presidência aberta deixaram o Movimento da Sociedade Civil bastante preocupado, sobretudo, ao referir, citamos: “aos que alegadamente estarão a colaborar com o “inimigo” seriam expulsos do Governo, caso fossem descobertos”.

Ele lembrou que foi o próprio PR que pediu a intervenção da comunidade internacional na busca de uma solução para a crise “por ele mesmo criada”, pelo que deve ser o primeiro a cumprir (o acordo de Conakry).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.