Guiné-Bissau: SRSG Modibo Touré recebe propostas de mulheres para acabar com a crise

Bissau, 25 de maio de 2017 (UNIOGBIS / PIU) – O Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas, Modibo Touré, recebeu ontem uma delegação de 50 mulheres na sede do Gabinete Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau (UNIOGBIS), em Bissau. O grupo de mulheres incluiu representantes de ex-combatentes da liberdade, ex-ministros, ex-primeira-damas e esposas de ex-primeiros-ministros, plataforma política das mulheres, RAMSECAO, Miguilan, membros de partidos políticos, entre outras.

O SRSG procurou obter as opiniões das mulheres sobre a crise política, mais informações sobre os seus actuais esforços para resolver o conflito político, as suas recomendações sobre como fazer avançar a implementação do Acordo de Conacri e discutir possíveis áreas para futuras parcerias.

Sentindo-se excluídas do processo de mediação, as mulheres aproveitaram a oportunidade para discutir estratégias e acções concretas para enfrentar o impasse político. Depois de duas horas de discussão intensa e produtiva sobre as causas dos conflitos e seu impacto na vida das pessoas, o SRSG Touré saudou as suas importantes contribuições e pediu ao grupo que propusesse um plano de acção para melhor avaliar o apoio que a UNIOGBIS pode oferecer.

As mulheres leram uma declaração que entregaram ao Chefe da Missão, onde, entre outras coisas, afirmam a sua “determinação e capacidade de encontrar espaços de diálogo para trazer as partes rivais em torno de prioridades de desenvolvimento, como a implementação do Acordo de Conacri e o programa de governo, com vista a melhorar o acesso à educação e à saúde, melhorar a gestão dos recursos e aumentar a participação das mulheres no processo de desenvolvimento do país “. As mulheres da Guiné-Bissau manifestaram ainda a sua intenção de organizar uma comissão pequena mas representativa que “discuta e identifique os obstáculos e desafios para alcançar a paz na Guiné-Bissau, bem como conversar com os diferentes actores da crise”.

O RESG incentivou as mulheres a permanecerem engajadas e activas no processo de paz e mediação. Modibo Touré pediu às mulheres que permanecessem unidas, independentemente das suas diferenças políticas. “Não há solução mágica para a crise, mas com o compromisso e o engajamento de todos, mantendo o interesse comum acima de outras considerações, será possível. Não há nada além do poder das mulheres “, disse.

O RESG Touré concluiu a reunião reiterando o compromisso contínuo da comunidade internacional de ajudar o país.

Guiné-Bissau: SRSG Modibo Touré recebe propostas de mulheres para acabar com a crise

Guiné-Bissau: SRSG Modibo Touré recebe propostas de mulheres para acabar com a crise

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.