CEDEAO preocupada com impacto da crise política sobre a vida de guineenses

CEDEAO

APA (Bissau, 30 de maio de 2017)  – A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), disse na segunda-feira, a sua preocupação sobre “a situação socioeconómica dos guineenses que se tem estado a deteriorar”, na sequência do impasse político no país.

A organização sub-regional, que se diz “particularmente preocupada” com o impacto da crise política na vida das pessoas, convida “todos os atores políticos para colocarem a unidade nacional acima de todos os interesses políticos”.

A CEDEAO também apela o “Presidente da República, José Mario Vaz, e o líder do Parlamento, Cipriano Cassamá, para darem prova de um grande patriotismo, iniciando um diálogo aberto que tenha como objetivo principal a resolução da crise atual”.

A Comissão da CEDEAO reitera num comunicado que, a única maneira de criar uma estabilidade sustentável neste país seria a de basear-se no Acordo de Conakry e apela por isso todos os atores políticos nacionais a trabalhar no sentido de implementação dos termos desse acordo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.