Guiné-Bissau critica “deselegância” da euroAtlantic Airways por informar através da imprensa

Lusa (Bissau, 18 de Julho de 2017) – A Agência da Aviação Civil (AAC) da Guiné-Bissau afirmou ontem que registou, com “desagrado”, a “deselegância” de saber, através da imprensa, da decisão da euroAtlantic Airways, que suspende um dos dois voos semanais que realizava para Bissau.

“A ser verdade, a Agência da Aviação Civil da Guiné-Bissau regista com desagrado, a deselegância de ter tomado conhecido desta decisão através da imprensa e disso dará conhecimento à administração da companhia”, refere a AAC guineense, em comunicado que enviou à Lusa.

Ontem, a companhia aérea portuguesa anunciou, em comunicado, que a partir de 02 de agosto irá realizar apenas um voo semanal para Bissau, devido ao que aludiu como sendo “excedente de oferta de mercado”.

No comunicado, a AAC esclarece que o “impacto no mercado não será relevante na medida em que os passageiros do voo (suspenso) serão absorvidos pelas ofertas de outras companhias concorrentes nesta mesma rota, que, felizmente, continuarão a contar com 10 voos semanais”.

Comunicado Agência da Aviação Civil (AAC) da Guiné-Bissau sobre EuroAtlantic

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.