Novas eleições não vão resolver problema da Guiné-Bissau – Secretária executiva da CPLP

Lusa (Brasília, 20 de Julho de 2017) – A secretária executiva da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Maria do Carmo Silveira, afirmou que a Guiné-Bissau permanece dividida e nem a realização de novas eleições vai resolver o impasse político do país.

“A situação na Guiné-Bissau é muito complicada. É um país que infelizmente vive uma situação de crise política que se arrasta há muitos anos, que não se resolveu com eleições. Fica sempre esta dúvida, mas a situação é de tal forma complexa que só os guineenses podem encontrar uma saída”, disse em entrevista à Lusa.

Maria do Carmo Silveira, que está em Brasília para participar hoje na reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros do bloco lusófono, contou que na última visita a este país africano, em abril deste ano, constatou muito ressentimento e falta de diálogo entre a liderança da Guiné-Bissau.

“Encontrei um país muito dividido, em que há uma situação muito complicada, que exige que os principais atores políticos se sentem a mesa, dialoguem e encontrem uma saída. Fiquei com a impressão de que ainda há ressentimentos muito profundos”, afirmou.

One Response to Novas eleições não vão resolver problema da Guiné-Bissau – Secretária executiva da CPLP

  1. Adélia Santos diz:

    Concordo ipsis letris com que de factto , que não são eleições que resolvem problemas estruturais do país. mas a consciêncialização do povo ,a ravoluçao de mentalidades ,que exige trabalho e muito, muito tempo, numa prática contínua e diria estóica, no sentido de trnsformações conjuturais , em que todos deveriam participar ,usufruindo delas em todos os sectores da vida social.
    Mas com ressentimentos , mágoas , etc, um país nunca se transfomará para o bem comum.
    Eleições não fazem milagres, uma vez que os eleitos , terão eles também que se introspectar atitudes, conhecer, modos ,preparação, abertura, activdades junto das colectividades diversas conducentes à transformação e movimentar cidadãos no devir democrático e plural respeitendo e criando consensos..Na continuidadee num diálogo permanente em bus ca de consensos e soluções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.


Fatal error: Call to undefined function get_HitsMechanic() in /home/afrowa6/public_html/gbissau.com/wp-content/themes/NewsMagazine/post-single.php on line 48