Carlos Gomes Júnior: próximo candidato às presidenciais na Guiné-Bissau?

Carlos Gomes Junior, Ex-primeiro-ministro da Guiné-Bissau

(DW – Bissau, 24 de janeiro de 2018) – De volta a Bissau, depois de cinco anos de asilo político em Portugal, o ex-primeiro-ministro, deposto por um golpe militar em abril de 2012, tem-se desdobrado em contatos com às autoridades governativas e políticas do país. 

A situação política guineense ganhou novos contornos com o regresso de Carlos Gomes Júnior à Guiné-Bissau na última semana (18.01). Carlos Gomes Júnior, ou “Cadogo”, como é vulgarmente conhecido no país, liderou o Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) durante 12 anos seguidos. (…)

A grande incógnita é se “Cadogo” vai participar no congresso do PAIGC, que terá lugar em Bissau, de 30 de janeiro a 04 de fevereiro. O ex-primeiro-ministro já deixou em aberto, por várias vezes, a possibilidade de disputar a liderança do partido e lançar-se como candidato apoiado pelo PAIGC nas próximas eleições presidenciais, previstas para 2019.

Nesta terça-feira, Carlos Gomes Júnior deslocou-se à sede nacional do PAIGC, com o propósito de recensear-se e, assim, poder gozar de pleno direito de participar como delegado ao congresso.

Numa altura em que está a ser conotado por várias correntes da sociedade como muito próximo do grupo dos 15 deputados expulsos do PAIGC, Carlos Gomes Júnior fez a seguinte declaração à DW África, à porta da sede do PAIGC:

“Não tenho compromisso com ninguém. Vim ver a minha família, vim ver meus camaradas e militantes do partido. Esse é o principal objetivo da minha visita. Eu não tenho que ser conotado com ninguém… sou Carlos Gomes Júnior.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.


Fatal error: Call to undefined function get_HitsMechanic() in /home/afrowa6/public_html/gbissau.com/wp-content/themes/NewsMagazine/post-single.php on line 48