Crianças guineenses abandonam escolas para seguir ritual de circuncisão

Bissau, 12 Março de 2018 (Lusa) – Um responsável da Associação de Amigos da Criança (AMIC) da Guiné-Bissau denunciou hoje que “centenas de crianças” do país estão a sair das escolas para realizar o ritual de circuncisão, sem que o Estado tome medidas.

Fernando Cá, administrador da AMIC, disse hoje à Lusa que a sua organização tem conhecimento de “pelo menos duas barracas” (locais onde o ritual é feito, no mato) nos arredores de Bissau, juntando “centenas de crianças”.

O dirigente não compreende o “silêncio das autoridades”, quando se vê, disse, que as crianças estão a abandonar as escolas, num período crucial do ano letivo, frisou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.