Intermediários ainda sem meios para compra da castanha junto aos produtores

Bissau, 04 de Abril de 2018 (ANG) – O presidente da Associação Nacional de Intermediários de Negócios da Guiné-Bissau (ANIN-GB) afirmou que seus associados não estão ainda em condições financeiras para comprar a castanha das mãos dos produtores, uma vez que, até aqui, não assinaram contratos com parceiros.

Em entrevista exclusiva ontem à ANG, Quecuto Baió pediu a que o governo disponibilize um fundo para

os intermediários poderem iniciar a compra e comercialização do produto, mesmo que ainda não tenham assinado contratos  com seus parceiros financiadores, que são, a prióri, os empresários indianos.

Ele exigiu maior vigilância no acompanhamento da eliminação das barreiras não tarifárias durante a campanha do ano em curso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.