Guiné-Bissau faz parte dos países escolhidos para redução da mortalidade neonatal

Mortalidade infantil na Guiné-Bissau

Bissau, 19 de Junho de 2018 (Rádio Sol Mansi) – A Guiné-Bissau foi seleccionada pela UNICEF entre os 10 países ao nível mundial para reforçar os esforços do Governo na área da saúde para a redução da mortalidade neonatal.

A informação foi avançada esta terça-feira pela representante do UNICEF, Christine Jaulmes, no acto da abertura do seminário para a restituição da avaliação rápida sobre a oferta de cuidados obstétricos e neonatais nas estruturas sanitárias do país. 

«A Guiné-Bissau foi seleccionada pela UNICEF entre os 10 países ao nível mundial para reforçar os esforços do governo na área da saúde para a redução da mortalidade neonatal.

De acordo com Christine Jaulmes, 44% das mortes ocorrem durante o primeiro mês de vida do bebe no país e os primeiros cinco anos são os mais significativos.

Neste quadro, a UNICEF investe mais de 1 milhão de dólares Americanos na Guiné-Bissau para a implementação do plano nacional de acção para cada recém-nascido nos próximos 5 anos (2017-2021), o qual foi desenvolvido em 2016 com o apoio técnico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.