Arquivos do etiqueta: Carlos Gomes Júnior sem medo de voltar à Guiné-Bissau

Carlos Gomes Júnior sem medo de voltar à Guiné-Bissau

Carlos Gomes Júnior, primeiro-ministro deposto da Guiné-Bissau

Carlos Gomes Júnior, primeiro-ministro deposto da Guiné-Bissau

Lisboa – O primeiro-ministro deposto da Guiné-Bissau, Carlos Gomes Júnior, afastado pelo golpe militar de 12 de abril, assegura não ter “medo nenhum” de voltar ao seu país, segundo avançou o próprio em entrevista à TSF e ao “Diário de Notícias”, em Portugal.

Carlos Gomes Júnior fala, nessa mesma entrevista de 20 de Maio de 2012, da solidariedade demonstrada pelos governantes e do povo português, dizendo que esta crise tornou visível a importância da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O primeiro-ministro deposto pede sanções para os golpistas e recusa a hipótese de um governo no exílio, ao defender que é o chefe de um Governo legitimamente eleito e que não está disponível para abdicar da sua conquista.

Sobre a situação atual na Guiné-Bissau, Carlos Gomes Júnior admite que o país tem meios insuficientes para combater o narcotráfico e apela ao cumprimento dos acordos internacionais, que implementem medidas para erradicar este flagelo.

Leia a entrevista em formato PDF:

Entrevista de Carlos Gomes Júnior com o Diário de Notícias & TSF | 20 de Maio de 2012