Arquivos do etiqueta: Cipriano Cassamá

Presidente da ANP convoca sociedade para construção da estabilidade política

Bissau, 02 de Abril de 2018 (Lusa) – O líder do Parlamento guineense, Cipriano Cassamá, convocou no dia 30 de abril toda a sociedade guineense para participar da construção da estabilidade política e pediu à comunidade internacional que ajude o país a realizar suas eleições legislativas. 

José Pedro Sambú, Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE) da Guiné-Bissau

Juiz José Pedro Sambu eleito presidente da comissão eleitoral da Guiné-Bissau

Bissau, 19 de Abril de 2018 (Lusa | O Democrata) – O juiz-conselheiro do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), José Pedro Sambu, foi hoje eleito presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE) numa lista apoiada por deputados dos dois maiores partidos do Palácio Colinas de Boé.

A lista, encabeçada por Pedro Sambú, obteve 94 votos dos 102 deputados que compõem o Parlamento, anunciou o líder da ANP, Cipriano Cassamá, que saudou “a cooperação e entendimento” entre os dois principais partidos no órgão. 

CEDEAO

CEDEAO preocupada com impacto da crise política sobre a vida de guineenses

APA (Bissau, 30 de maio de 2017)  – A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), disse na segunda-feira, a sua preocupação sobre “a situação socioeconómica dos guineenses que se tem estado a deteriorar”, na sequência do impasse político no país.

Opinião: Guiné-Bissau: Apesar do imbróglio, ainda é possível

O PAIGC em vez de haver apostado, desde início do seu mandato, no realinhamento e na reaproximação dos seus alicerces internos, a direcção do partido optou (em nome da unidade governativa) pelas coligações “externas” com partidos na oposição e partidos sem representação parlamentar. Assim, sabiamente pergunta um amigo meu: “como é possível ter uma maioria qualificada e não se ser capaz de governar sem alianças inúteis e injustificáveis”?

Editor, GBissau

A presente crise política guineense é grave e alarmante. E, eu explico-me.

“O Governo está em perigo” – Presidente da ANP, Cipriano Cassamá

“Estou com muita pena de alguns dirigentes deste país. É uma vergonha. O Governo está em perigo e o povo da Guiné-Bissau tem que assumir as suas responsabilidades” – Cipriano Cassamá

 Bissau (Lusa, 5 de Agosto de 2015) – O presidente do prlamento da Guiné-Bissau, Cipriano Cassamá, disse hoje que “o Governo está em perigo”, depois de ter mantido uma reunião com o Presidente da República, José Mário Vaz.

“O que ouvi hoje de manhã, eu não concordo. Há possibilidade de dialogarmos. A queda do Governo não é uma solução para este país”, referiu perante os deputados na Assembleia Nacional Popular (ANP).

“População deseja profunda revisão constitucional” – Presidente da ANP, Cipriano Cassamá

Bissau (Diário Digital, 15 de Fevereiro de 2015) – O presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP) da Guiné-Bissau, Cipriano Cassamá, revelou na segunda-feira que a população se questiona sobre se o país deve ou não ponderar uma alteração “radical” à Constituição semipresidencialista.

“Será que o nosso modelo semipresidencialista anda de boa saúde? Vamos preservar o modelo vigente e limitarmo-nos apenas a corrigir as suas prováveis deficiências, as conhecidas lacunas, ou será que vamos ter que ponderar uma alteração mais radical do regime constitucional”, questionou.

Presidente da ANP, Cipriano Cassamá, acusa imprensa de deturpar suas declarações

Polémica entre Cipriano Cassamá e Geraldo Martins à volta de subsídio aos deputados da ANP

Bissau (GBissau, 13 de Novembro de 2014) – O Presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP), Cipriano Cassamá, reagiu à informação veiculada por alguns meios de comunicação social e disse que os deputados pertencem a um órgão soberano e estão trabalhar em estreita colaboração com o Governo.

A reacção do chefe de Parlamento vem na sequência do desentendimento verificado na passada segunda-feira, dia 10 do corrente, na sessão plenária, quando na sua intervenção pediu a demissão do Ministro da Economia e Finanças, Geraldo Martins.