Arquivos do etiqueta: Domigos Simões Pereira deixa a CPLP sem compreender posição da UA na crise da Guiné-Bissau

Domigos Simões Pereira deixa a CPLP sem compreender posição da UA na crise da Guiné-Bissau

Domigos Simões Pereira

Domigos Simões Pereira

Deutsche Welle (16 de Julho de 2012) – O guineense Domingos Simões Pereira está no fim do mandato como secretário executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, CPLP. Vai passar o testemunho ao seu sucessor na cimeira de Maputo, a 20 de julho.

Em vésperas da nona cimeira dos chefes de Estado e de governo da CPLP, que tem no centro da sua agenda a delicada situação na Guiné-Bissau, a DW África entrevistou o engenheiro que geriu a organização integrada por oito Estados-membros, irmandada pela língua comum, o português.

Engenheiro de formação, Domingos Simões Pereira cumpre, até à cimeira de Maputo, a missão de ter dirigido uma nova etapa na vida da CPLP, já com 16 anos de existência. A concertação político-diplomática e a afirmação da língua portuguesa no mundo estão entre as prioridades da organização, também preocupada com a consolidação da democracia nos Estados-membros.

Pode parecer paradoxal, mas é aqui que a CPLP se vê confrontada com mais obstáculos e desafios. Exemplo disso é a crise que se vive na Guiné-Bissau, despoletada pelo golpe militar de 12 de abril deste ano, cuja solução é problemática.