Arquivos do etiqueta: Entrevista: “Não pode haver um exército em pleno século XXI que seja temido pelo povo” – José Ramos-Horta

Entrevista: “Não pode haver um exército em pleno século XXI que seja temido pelo povo” – José Ramos-Horta

“O povo da Guiné-Bissau tem receios, tem medo dos militares. Não pode haver um exército em pleno século XXI que seja temido pelo povo. Esse exército deve ser respeitado. Esse exército cuida da constituição e a constituição diz a defesa da independência, soberania e da integridade territorial do país. Deve ser um exército respeitado e não temido”.

Bissau (GBissau.com, 30 de Novembro de 2013) – Numa entrevista recente com a GBissau.com e a Rádio Gumbe.com, o Representante Especial das Nações Unidas na Guiné-Bissau teceu fortes críticas contra as Forças Armadas do país.

Para José Ramos-Horta, não pode haver um exército em pleno século XXI que seja temido pelo seu próprio povo. Mas, mais do que criticismo, Ramos-Horta gostaria que ele fosse ouvido pela chefia militar guineense.