Arquivos do etiqueta: Filomeno Pina | filompina@hotmail.com

Filomeno Pina

Opinião: Báka sym Rábu – A Vaca sem Rabo

Prestem atenção, esta situação limite, atingiu a linha perigosa e, é demasiado sério, para não interrogarmos um por um, saber quem são e porquê, estes políticos a des/Governar o que é de todos – a nossa Guiné-Bissau!? Estes políticos perderam legitimidade moral para representar os desejos do Povo, tiveram toda a tolerância possível neste jogo criado pelos próprios, é complicado, nem um prolongamento lhes valeu, e pior ainda, perderam consciência politica do lugar que ocupam na sociedade, também não conseguem abandonar este recinto de jogo e recolher aos balneários, arrumar a tralha e ir tratar de vida ou descansarem longos anos em paz, dando Paz ao Povo merecedor…

Por Filomeno Pina | filompina@hotmail.com

Filomeno Pina

Opinião: Fim do Casamento entre a Economia e “Empresários-Politizados”

Há que ser frontal na escolha entre estar na politica e ou na coisa pública. Exige coerência para com o Povo nesta decisão, é uma questão de ética e moral pública perante um eleitorado que o elegeu, para cargo de responsabilidade, com expectativa de ver cumprida a sua missão de serviço ao País e, não se servir em primeiro lugar, abusando ou a explorar o tesouro publico para fins pessoais e de grupinhos (elite).

Por Filomeno Pina | filompina@hotmail.com

Filomeno Pina

Opinião: Escutar o Povo com Orelhas de Elefante

 

A higiene mental é um bem essencial, uma necessidade “refrescante” que faz falta a autoestima de cada um de nós. Este bem espiritual contrasta com individuo fragilizado, no isolamento em relação aos outros, percorrendo “caminhos de cabra” estreitos e movediços, à procura de reforços, para anular seu estado de medo abstracto, talvez por falta de amor-próprio, o melhor será cuidarmos da nossa higiene mental na relação humana, porque nunca é demais perceber primeiro quem nos rodeia e que tipo de influências estamos sujeitos. Enquanto líderes políticos, antes de se decidir sobre a vida dos outros, convém lembrar que o Povo espera melhor política dos líderes, e isto significa que o País está acima de interesses pessoais, portanto – servir o Povo – é a palavra de ordem, cumprindo este dever revolucionário, têm em troca a satisfação e reforço da auto-estima do Povo!

Por Filomeno Pina | filompina@hotmail.com