Arquivos do etiqueta: José Mário Vaz

Cancelada reunião na Presidência guineense para tentar ultrapassar impasse político

Bissau, 20 de Março de 2018 (Lusa) – A reunião na Presidência da Guiné-Bissau para tentar ultrapassar o impasse na formação do Governo do país, prevista para terça-feira, foi cancelada, confirmou hoje à agência Lusa fonte da presidência.

Segundo a fonte, a reunião foi cancelada e “muito provavelmente poderá acontecer no decorrer desta semana”.

Vladimir Putin reeleito Presidente da Rússia

PR José Mário Vaz da Guiné-Bissau felicita Vladimir Putin

Bissau, 20 de Março de 2018 (Lusa) – O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, felicitou hoje a reeleição de Vladimir Putin para o quarto mandato enquanto chefe de Estado da Rússia e manifestou vontade de reforçar a cooperação existente entre os dois países.

Numa carta enviada a Vladimir Putin e divulgada à imprensa, José Mário Vaz manifesta as suas “calorosas felicitações”. 

Reunião do Presidente da República sobre impasse político terminou sem saída

Reunião convocada pela Presidência “não deu em nada”

Bissau,14 Março de 2018 (DW) – Partidos políticos com assento parlamentar recusaram discutir com Presidente impasse político que o país vive. Partidos que não marcaram presença no encontro dizem que esta é mais uma “manobra de diversão” de “Jomav”.

A reunião convocada esta quarta-feira (14.03.) pelo Presidente guineense, José Mário Vaz, que pretendia discutir o impasse na formação de Governo de Artur Silva, ficou marcada pela ausência de quatro dos cinco partidos políticos com assento parlamentar e signatários do Acordo de Conacri, instrumento que visava por fim à crise política que o país vive há mais de dois anos.

Gâmbia manda enviado à Guiné-Bissau para reforço das relações bilaterais

Lusa (Bissau, 16 de Junho de 2017) – O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, recebeu hoje um enviado especial do seu homólogo da Gâmbia para lhe transmitir o desejo de reforço das relações entre os dois países.

“O objetivo do encontro foi transmitir ao chefe de Estado da Guiné-Bissau o compromisso do Presidente da Gâmbia para reforçar os laços de amizade e de boa vizinhança entre os dois países”, afirmou Abubacarr Tambadou, ministro da Justiça da Gâmbia.

Presidente do PCD reeleito por um mandato de quatro anos 

 

ANG (Bissau, 5 de Junho de 2017) –  O   líder do Partido da Convergência Democrática (PCD) foi reeleito este fim de semana por um mandato de quatro anos, durante o IV Convenção desta formação política, realizada em Bissau.

Segundo a Rádio Pindjiguiti, em declarações aos militantes do partido após a sua reeleição, Vicente Fernandes criticou ao Chefe de Estado, acusando-o de estar a criar divisão no seio dos políticos guineenses para tirar proveito próprio.

CRISE POLÍTICA: Ramos-Horta quer pulso firme de JOMAV

Bissau, 31 de Maio de 2017 (DW) O Prémio Nobel da Paz José Ramos-Horta apela à tranquilidade e ao entendimento na Guiné-Bissau. O político timorense pede ao Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, para reunir todas as partes do conflito na base de um diálogo sério com vista a salvar o país. A iniciativa presidencial, segundo José Ramos-Horta, deve durar o tempo que for necessário, até que seja possível definir uma agenda comum para os próximos 18 meses, que contribua para a estabilidade do país antes de eleições gerais.

José Mário Vaz, Presidente da Guiné-Bissau

CRISE POLÍTICA: G-5 apela chefe de Estado para relançar diálogo em busca de solução

(ANG) Bissau, 31 maio de 2017 – O grupo de cinco partidos políticos se autodenominou G-5, apelou na sexta-feira ao Presidente da República para relançar o diálogo em busca de uma solução de consenso para o bem do país.

O apelo está expresso num comunicado à imprensa enviado à ANG, em que o grupo critica as últimas declarações do chefe de Estado, a 18 de maio, que considera como uma afronta à inteligência dos guineenses por desembocar numa grave violação da lei magna do país.

CEDEAO

CEDEAO preocupada com impacto da crise política sobre a vida de guineenses

APA (Bissau, 30 de maio de 2017)  – A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), disse na segunda-feira, a sua preocupação sobre “a situação socioeconómica dos guineenses que se tem estado a deteriorar”, na sequência do impasse político no país.

PAIGC acusa PR de ordenar uso da força contra manifestantes

Lusa (Bissau, 29 de maio de 2017) – O Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo (PAIGC) acusou no sábado o Presidente José Mário Vaz de ter ordenado o “uso desenfreado de força e repressão” sobre os manifestantes que protestavam pacificamente em Bissau.

Alguns polícias feridos no confronto com manifestantes na Guiné-Bissau

Bissau (Lusa, 27 de maio de 2017) – Alguns polícias também ficaram feridos no confronto de hoje com manifestantes do Movimento Jovens Inconformados da Guiné-Bissau, constatou a Lusa no local.

A lusa contatou o comando da policia de Bissau, mas ainda não obteve resposta, tendo apenas a informação de que há, pelo menos, dois agentes de autoridade feridos, para além de 13 manifestantes que foram encaminhados para o Hospital Nacional Simão Mendes, em Bissau, segundo fonte hospitalar.

POLÍTICA: Presidente da República diz ter sido mal interpretado ao expressar “guerra” e “inimigo” no seu discurso de encerramento

Bissau, 26 de maio de 2017 (ANG & RTP África) – O Presidente da República criticou os seus adversários políticos acusando-os de ter desvirtuado completamente as suas palavras.

O chefe de estado utilizou os termos “inimigo” para dizer adversários político e palavra “guerra” para contextualizar as contradições com os seus constestatários.

JUSTIÇA: PR diz que não pode haver duas faces para justiça no país

Bissau, 26 de maio de 2017 (ANG) – O Presidente José Mário Vaz considerou quando conferia posse ontem ao presidente e vice-presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), Paulo Sanhá e Rui Nené, respetivamente, que não pode haver duas faces para a justiça na Guiné-Bissau, em que uma seja a favor de amigos e a outra, para poucos amigos.

CRISE POLÍTICA: Líder da Sociedade Civil acusa PR de impedir reintegração de dissidentes do PAIGC

Bissau, 24 de maio de 2017 (ANG) – O presidente do Movimento Nacional da Sociedade Civil para a Paz Democracia e Desenvolvimento acusou ontem o chefe de Estado de ser o obstáculo à reintegração de deputados dissidentes do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) nessa formação política.

José Mário Vaz, Presidente da Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Governo de Baciro Djá demitido, pela segunda vez

GBissau (Bissau, 14 de Novembro de 2016) – O Presidente da República da Guiné-Bissau disse decidir pela demissão do actual governo de Baciro Djá “face à ausência da unanimidade na escolha de um novo primeiro-ministro” durante os encontros para a implementação dos acordos de Conacri. José Mário Vaz fez conhecer a sua decisão esta segunda-feira, no seu discurso à nação.

Guiné-Bissau: Mais quatro membros do governo empossados 

  • Botche Candé aceita integrar o Governo de Baciro Djá apesar da sua posição inicial 

GBissau (Bissau, 17 de Junho de 2016) – O executivo do novo primeiro-ministro da Guiné-Bissau ficou completo esta sexta-feira, 17 de Junho, com os empossamentos de mais quatro membros. 

Discurso do Presidente da República, José Mário Vaz, na ANP – 19 de Abril de 2016

Por quanto tempo mais devemos assistir – impávidos e serenos – o desmoronamento da autoridade do Estado ou a submissão de alguns dos seus órgãos à interesses particulares ou de grupos, numa tentativa de criar anarquia e fazer vergar instituições do Estado? É legítimo que o actual Executivo, empossado há mais de 180 dias, mas que até ao presente momento ainda não entrou em plenitude de funções, governe à margem do parlamento, continue a gerir o nosso bem comum e a engajar o nosso Estado, sem o Programa de Governo e nem o Orçamento Geral do Estado, ambos, aprovados na ANP? É compreensível que a Plenária da Assembleia Nacional Popular, expressão máxima da vontade popular, ver impossibilitado o seu regular e normal funcionamento, cujas sessões, mesmo que ordinárias, têm sido adiadas sine die? O povo escolheu, o Supremo Tribunal de Justiça decidiu em relação aos 15 Deputados da ANP, é correcto desobedecermos?

Guiné-Bissau e Cabo Verde reforçam laços históricos e de cooperação

  • José Maria Neves manteve também um encontro com o Presidente da República da Guiné-Bissau, José Mário Vaz

Bissau (Gabinete do primeiro-ministro, 17 de Julho de 2015) – O Primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, continua em visita oficial ao país, à frente de uma delegação, constituída pela Ministra do Turismo, Investimento e Desenvolvimento Empresarial, Leonesa Fortes; Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros, Maria de Jesus Miranda; Ministro Plenipotenciário do MRE, Conselheiras e Assessor de Imprensa do seu Gabinete; Deputados, Diretores-gerais; Presidentes, do Cabo Verde Investimentos, do Conselho de Administração do Instituto de Emprego e Formação Profissional e da Agência de Desenvolvimento Empresarial e Inovação; Gestores, da Casa do Cidadão e do MOSI.

Discurso do PR da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, na sessão especial da ANP – 3 de Julho de 2015

Bissau (GBissau, 3 de Julho de 2015) – O Presidente da República da Guiné-Bissau dirigiu, esta sexta-feira, uma mensagem à nação, num discurso proferido na Assembleia Nacional Popular (ANP).

José Mário Vaz começou por falar da necessidade de viabilizar o país, garantindo não querer ver cair o actual Governo e que “tudo não passa de especulações”.

Eis o discurso, na sua íntegra.

Um olhar sobre a vida do novo Presidente da República – ANG

**Uma reportagem da Agência Noticiosa Guineense (ANG)

Bissau (ANG, 23 de Junho de 2014) – O novo  presidente da Republica, José Mário Vaz, é conhecido na sua aldeia natal, Calequisse,  pelo nome de Zeca Upa Caio(rapaz de Caio) no dialecto manjaco.

Nasceu de uma família humilde na morança de Pdsea, que no dialecto manjaco significa,o que fica abaixo.

José Mário Vaz, ex-ministro das Finanças do Governo, continua detido

Bissau (PNN, 6 de Fevereiro de 2013) – O ex-ministro das Finanças do Governo derrubado pelos militares golpistas a 12 de Abril de 2012, José Mário Vaz (JOMAV), continua detido, pelo segundo dia consecutivo, junto das instalações da Polícia Judiciária, em Bissau.