Arquivos do etiqueta: Opinião: Guiné-Bissau: Apesar do imbróglio

Opinião: Guiné-Bissau: Apesar do imbróglio, ainda é possível

O PAIGC em vez de haver apostado, desde início do seu mandato, no realinhamento e na reaproximação dos seus alicerces internos, a direcção do partido optou (em nome da unidade governativa) pelas coligações “externas” com partidos na oposição e partidos sem representação parlamentar. Assim, sabiamente pergunta um amigo meu: “como é possível ter uma maioria qualificada e não se ser capaz de governar sem alianças inúteis e injustificáveis”?

Editor, GBissau

A presente crise política guineense é grave e alarmante. E, eu explico-me.